Alemanha registra superávit de 19 bilhões de euros

País arrecada mais do que gasta pelo terceiro ano consecutivo. Conjuntura favorável, com crescimento do PIB e recorde de emprego, impulsiona saldo positivo nos níveis federal, estadual e municipal.A economia alemã gerou superávit pelo terceiro ano consecutivo devido a um crescimento robusto e ao recorde nos níveis de emprego no país, informou o Ministério alemão das Finanças nesta quinta-feira (12/01). Em 2016, o governo federal, estados, municípios e o sistema de bem estar social arrecadaram ao todo 19,2 bilhões de euros mais do que gastaram, segundo dados do Departamento Federal de Estatísticas da Alemanha (Destatis). A cifra corresponde a 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB). Em 2015, o superávit foi de 20,9 bilhões de euros, e em 2014, de 8,6 bilhões de euros. O superávit se deve a condições econômicas estáveis, possibilitadas por anos de aumento nas receitas tributárias. O PIB alemão cresceu 1,9% em 2016, a maior expansão registrada no país nos últimos cinco anos. As leis alemãs em vigor estabelecem que a parcela do superávit correspondente ao governo federal, de 6,2 bilhões de euros, deveria ser investida inteiramente no fundo criado em 2015 para lidar com a crise migratória. Entretanto, até o momento os quase 13 bilhões de euros dessas reservas praticamente não foram utilizados. Por isso, o ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, quer usar o dinheiro excedente para reduzir as dívidas contraídas pelo Estado durante a crise financeira. Na visão do ministro, o pagamento dos débitos enviaria um sinal positivo aos parceiros internacionais. RC/dpa/afp/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos