Polícia turca prende autor de ataque a casa noturna em Istambul

De acordo com imprensa local, suspeito foi detido num bairro de Istambul numa operação da polícia. Atirador invadiu casa noturna na noite de Ano Novo e matou 39 pessoas. Atentando foi reivindicado pelo "Estado Islâmico$escape.getQuote().A polícia da Turquia prendeu nesta segunda-feira (19/01) o suspeito de ser o autor do atentado à casa noturna Reina, em Istambul, na noite de Ano Novo, que provocou a morte de 39 pessoas, segundo a imprensa turca. A informação ainda não foi confirmada pelas autoridades. De acordo com o jornal Hürriyet, o atirador, identificado como Abulkadir Masharipov, foi capturado pelos agentes em um bairro de Istambul. Ele estava com o filho de quatro anos no momento da detenção. Antes do interrogatório, o suspeito foi levado para fazer exames médicos. O governo não confirmou a cidadania do atirador. Segundo o divulgado na imprensa, ele seria do Uzbequistão, mas o governo afirma que ele pode ainda ser da região chinesa de Sinkiang (de maioria muçulmana) ou do Quirguistão. Cinco pessoas teriam sido presas na operação, incluindo três mulheres. Segundo a emissora de televisão NTV, o suspeito foi detido na casa de um amigo quirguiz e resistiu a prisão. A agência de notícias Dogan divulgou fotos do atirador, após a detenção, mostrando um homem com sangue no rosto e vestindo uma camiseta, e disse que ele usava o codinome de Ebu Muhammed Horasani. Dezenas de pessoas já foram detidas pela polícia turca, suspeitas de ter algum envolvimento com o ataque. O "Estado Islâmico" reivindicou o atentado à casa noturna, uma das mais famosas de Istambul. CN/efe/rtr/ap/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos