Papa alerta sobre busca por salvador em tempos de crise

Pontífice menciona ascensão de Adolf Hitler ao poder para criticar os líderes que querem "defender seu povo com muros daqueles que podem nos tirar a identidade$escape.getQuote().O papa Francisco advertiu neste domingo (22/01) sobre o perigo de, em tempos de crise, as pessoas buscarem um salvador que defenda seu povo com muros de "outros povos que possam tirar nossa identidade", ao responder uma pergunta sobre a ascensão de líderes populistas na Europa e nos Estados Unidos. Nos EUA, o presidente Donald Trump prometeu construir um muro na fronteira com o México para conter a imigração ilegal. Na Europa, vários governos defendem controles mais rígidos de fronteiras ou até se negam a acolher refugiados. Na entrevista publicada pelo jornal espanhol El País, o pontífice afirmou que "o discernimento não funciona em tempos de crise – isso é uma referência constante para mim". "Procuramos um salvador que nos devolva a identidade e nos defenda com muros, com arames farpados, com o que for, dos outros povos que podem nos tirar a identidade, e isso é muito grave", declarou. Neste sentido, ele deu como exemplo o caso da Alemanha em 1933. "Havia um povo que estava em crise, em busca de sua identidade e apareceu este líder carismático [Adolf Hitler] que lhe prometeu dar uma. Deu-lhes uma identidade distorcida, e já sabemos o que aconteceu depois", declarou, em entrevista feita nesta sexta-feira, no mesmo momento em que Trump fazia seu juramento de posse em Washington. "As fronteiras podem ser controladas? Sim, cada país tem o direito de controlar as suas fronteiras, quem entra e quem sai. Os países que correm perigo – de terrorismo ou outras coisas do gênero – têm ainda mais direito de as controlar, mas nenhum país tem o direito de privar seus cidadãos do diálogo com os seus vizinhos", defendeu. O líder da Igreja Católica disse ainda que prefere esperar para formar uma opinião sobre o novo presidente dos Estados Unidos. "Podemos cair numa grande imprudência ao sermos profetas de calamidades ou do bem-estar que não acontecem", ponderou. "Veremos o que ele vai fazer e, assim, se avalie." FC/dpa/efe/lusa/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos