Trump dá ultimato a Peña Nieto: "Se não quer pagar pelo muro, cancele visita"

Em meio a guerra verbal, presidente dos EUA diz que é melhor cancelar encontro bilateral na Casa Branca. Vicente Fox afirma que México não vai pagar "por essa merda de muro$escape.getQuote().O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (26/01) ao seu colega mexicano, Enrique Peña Nieto, que este deveria cancelar uma visita a Washington se não estiver disposto a pagar por um muro na fronteira entre os dois países. "Se o México não quer pagar pelo tão necessário muro, então seria melhor cancelar o próximo encontro", escreveu Trump na sua conta pessoal no Twitter. O encontro está marcado para a próxima terça-feira na Casa Branca. "Os EUA tem um deficit de 60 bilhões de dólares com o México. É um acordo de mão única desde o início do Nafta, com ampla perda de empregos e indústrias", afirmou Trump. Numa breve mensagem televisiva nesta quarta-feira, Peña Nieto reagiu à decisão dos Estados Unidos de construir um muro na fronteira entre os dois países e à intenção de Trump de forçar o país vizinho a pagar a conta. "Lamento e condeno a decisão dos Estados Unidos de continuar com a construção de um muro que por anos nos dividiu em vez de nos unir", disse Peña Nieto. "O México não acredita em muros. Repito o que disse outras vezes: o México não pagará por nenhum muro." No México, a declaração de Trump de que pretende mesmo construir o muro gerou indignação, com diversos políticos apelando a Peña Nieto para que cancele o encontro com o presidente dos Estados Unidos. "O anúncio do muro de @realDonaldTrump antes da visita de @EPN é uma afronta ao México", escreveu Margarita Zavala, uma potencial candidata na eleição presidencial de 2018 pelo Partido da Ação Nacional (PAN), no Twitter. O senador Miguel Barbosa, do Partido da Revolução Democrática (PRD), de esquerda, afirmou que Peña Nieto não deveria negociar "sob pressão" nem deixar Trump "impor suas condições". Ele descreveu o muro e outros medidas contra a imigração como "atos de agressão ao México, à América Latina, ao mundo, à liberdade." Já o ex-presidente Vicente Fox foi além e, também pelo Twitter, usou um palavrão para responder às declarações de Trump por meio do assessor de imprensa da Casa Branca. "Sean Spicer, eu disse isso ao realDonaldTrump e agora vou dizer a você: o México não vai pagar por essa merda de muro. #FuckingWall", escreveu Fox. no Twitter. AS/afp/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos