Deutsche Bank pagará US$ 630 milhões por lavagem de dinheiro

Banco alemão falhou em evitar esquema que teria transferido 10 bilhões de dólares da Rússia para paraísos fiscais, afirmam autoridades financeiras britânica e americana.O Deutsche Bank, maior banco privado da Alemanha, concordou em pagar 630 milhões de dólares em multas a autoridades dos Estados Unidos e do Reino Unido por não ter evitado um esquema de lavagem de dinheiro que envolvia as suas filiais em Londres, Moscou e Nova York. Analistas afirmam que o valor é inferior ao que banco esperava, de cerca de 1 bilhão de dólares. O esquema era "simples e eficaz", afirmou o Departamento de Serviços Financeiros (DFS) do Estado de Nova York, explicando que o acordo alcançado com o banco alemão engloba transações realizadas entre 2011 e o início de 2015. As operações de lavagem de dinheiro consistiam basicamente em que um cliente do Deutsche Bank em Moscou dava uma ordem para comprar ações de empresas russas, pagando sempre em rublos. Logo em seguida, a mesma quantidade das mesmas ações, com preço igual, era vendida por meio da filial londrina do banco, e as receitas dessa venda, em dólares, terminavam em empresas localizadas em paraísos fiscais. As operações eram registradas na filial americana do Deutsche Bank e envolviam empresas ligadas entre si ou com proprietários, agentes ou gerentes diretamente relacionados. "Através desse esquema, os clientes foram capazes de transformar ocultamente rublos em dólares, usando o Deutsche Bank", afirma o texto do acordo, indicando que cerca de 10 bilhões de dólares saíram da Rússia por meio do esquema. "Essas operações carecem de sentido financeiro e podem ter sido utilizadas para facilitar a lavagem de dinheiro ou permitir outras condutas ilícitas", afirmou o DFS, que multou o banco em 425 milhões de dólares. "O banco perdeu inúmeras oportunidades de detectar, investigar e encerrar o esquema por causa de amplas falhas de compliance, permitindo que o esquema continuasse por anos." A Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido (FAC, no original) multou o Deutsche Bank em mais 163 milhões de libras (204 milhões de dólares) por não ter mantido um controle adequado de operações de lavagem de dinheiro entre 2012 e 2015, permitindo que seus clientes transferissem bilhões da Rússia para contas em paraísos fiscais "numa maneira que dá uma grande impressão de crime financeiro". É a maior multa por falha em controle de lavagem de dinheiro já imposta pela autoridade britânica. Este é o segundo acordo para encerrar um processo judicial fechado pelo Deutsche Bank em menos de duas semanas. Em 17 de janeiro, o Departamento de Justiça dos EUA anunciou um acordo de 7,2 bilhões de dólares com a instituição para encerrar processos judiciais derivados da venda de títulos hipotecários podres entre 2006 e 2007. O banco era acusado de agir de má-fé. AS/rtr/dpa/efe/ard

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos