Autor de atentado em Düsseldorf é preso 17 anos depois

Neonazista de 50 anos foi localizado em Ratingen, no oeste da Alemanha. Ele é acusado de explodir bomba em estação de trem e ferir dez pessoas. Motivação seria xenófoba.Um homem acusado de perpetrar um ataque à bomba numa estação de trem em Düsseldorf, no oeste da Alemanha, foi nesta quarta-feira (01/02), 17 anos depois do crime. No atentado ocorrido em 2000, dez pessoas ficaram feridas, a maioria judeus imigrantes vindos da ex-União Soviética. O homem de 50 anos foi detido perto da cidade de Ratingen, na região administrativa de Düsseldorf. Ele chegou a ser detido em 2000, mas foi liberado por falta de provas. Na época, o ex-soldado do Exército alemão, que era considerado um neonazista e fanático por armas, conduzia uma loja de artigos militares. Suspeita-se que o motivo do atentado tenha sido xenofobia. A bomba explodiu na estação Wehrhahn, na região de Düsseldorf. As vítimas estavam voltando de um curso de alemão. Uma gestante perdeu o bebê depois do ataque. Autoridades reabriram o caso há dois anos ao usar exames avançados de DNA para examinar um pedaço da bomba que foi recolhido no local do crime. KG/afp/dpa/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos