Milhares de romenos protestam contra descriminalização da corrupção

Protesto é o maior realizado no país desde a queda do comunismo em 1989. Manifestantes pedem que governo retire decreto que descriminaliza casos de corrupção que causarem danos de até 44 mil euros.Mais de 250 mil romenos foram às ruas em várias cidades do país nesta quarta-feira (01/02) protestar contra um decreto aprovado pelo governo que descriminaliza alguns casos de corrupção e pedir a renúncia do governo social-democrata, eleito em dezembro. Esse foi o maior protesto realizado na Romênia desde a queda do comunismo em 1989. Somente em Bucareste, o protesto reuniu cerca de 100 mil manifestantes. "Retirada do decreto", "renúncia" e "ladrões" foram algumas das frases e expressões gritadas por milhares de pessoas em frente à sede do governo, enquanto outros manifestantes erguem cartazes nos quais se lia "traidor". Segundo a imprensa romena, milhares de pessoas protestaram em várias cidades do país. "Não creio que na Europa exista algo parecido com isto. Não pararemos até o governo revogar [o decreto]", disse Florin Toma, um dos manifestantes. Durante os protestos, alguns manifestantes jogaram garrafas contra policiais, que responderam com canhões de água. Quatro agentes de segurança e dois manifestantes ficaram feridos. Os protestos tiveram início na terça-feira, depois de o governo aprovar um decreto de emergência para descriminalizar casos de corrupção que causarem danos ao Estado de até 44 mil euros. Nesses casos, o decreto prevê uma série de procedimentos administrativos e civis para recuperar o dinheiro e castigar os responsáveis. A medida recebeu fortes críticas dentro e fora do país e provocou os maiores protestos na Romênia desde a queda do comunismo, em 1989. A oposição de centro-direita anunciou nesta quarta-feira uma moção de censura. O principal órgão de Justiça do país está preparando ainda um recurso contra a medida. CN/dpa/lusa/rtr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos