Soldado atira em agressor perto do Louvre

Militar francês dispara contra homem armado com faca nas imediações do museu em Paris, afirma polícia. Ministério do Interior fala em "incidente grave para a segurança pública$escape.getQuote().A polícia de Paris informou na manhã desta sexta-feira (03/02) que um soldado abriu fogo nas imediações do Museu do Louvre após ser agredido por um homem armado com uma faca. Segundo as autoridades, ele gritou "Allahu Akbar" (Deus é grande, em árabe) antes de atacar e ficou gravemente ferido após os disparos. O Louvre fica no coração da capital francesa e é uma das principais atrações turísticas da cidade. O museu fechou as portas após o incidente desta sexta-feira. Segundo a agência de notícias DPA, os visitantes foram solicitados a permanecer no local. O Ministério do Interior francês descreveu no Twitter o acontecimento como "um grave incidente para a segurança pública", afirmando que a prioridade era uma intervenção das forças de segurança. Patrulhas militares fazem parte das medidas de segurança implementadas após os ataques terroristas ocorridos na França em 2015 e 2016. Mais informações a seguir... LPF/ap/afp/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos