Fortes nevascas matam dezenas no Afeganistão

Em três dias de violentas tempestades de neve, mais de cem pessoas morrem, dezenas de casas são destruídas e estradas ficam bloqueadas, dificultando os trabalhos de resgate. Avalanches também deixam mortos no Paquistão.O número de mortes causadas pelas fortes nevascas no Afeganistão aumentou para mais de cem neste domingo (05/02), segundo informaram fontes oficiais a diversas agências de notícias. No Paquistão, pelo menos 13 pessoas morreram em decorrência das tempestades de neve. O mau tempo vem castigando os dois países há três dias e provocando fortes avalanches. Muitas estradas foram bloqueadas pela neve, o que dificulta os trabalhos de resgate nas regiões afetadas. No Afeganistão, o maior número de mortes aconteceu na província de Nuristão, onde pelo menos 50 pessoas morreram num único povoado do distrito de Bargmatal, informou o porta-voz do Ministério afegão de Gestão de Desastres Naturais, Mohammad Omar, à agência de notícias AFP. O funcionário do governo também afirmou que mais de 150 casas foram destruídas pelas avalanches no país e outras 50 ficaram fortemente danificadas. As nevascas mataram ainda cerca de 550 animais e destruíram mais de mil hectares de terras agrícolas, disse o mesmo porta-voz à agência AP. A remota província de Badakhshan também foi muito afetada, somando pelo menos 22 mortos, segundo Navid Farotan, porta-voz do governo provincial. Estradas em 12 distritos estão fechadas. Na província de Parwan, na fronteira com Cabul, 12 pessoas morreram em duas avalanches, disse o porta-voz do governo local, Wahid Sediqi, acrescentando que 30 casas foram destruídas na região. Devido ao mau tempo, o governo afegão declarou feriado nacional neste domingo, e o aeroporto internacional de Cabul encontra-se fechado. Segundo o porta-voz da autoridade civil de aviação, Qasim Rahimi, os voos serão retomados assim que for possível fazer a limpeza das pistas. No ano passado, o Afeganistão sofreu uma das piores tempestades de neve em 30 anos no país, o que causou a morte de pelo menos 245 pessoas e deixou outras dezenas feridas. EK/afp/ap/dpa/efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos