Bomba da Segunda Guerra tira 70 mil de suas casas na Grécia

Exército grego desativa detonador e retira explosivo de 250 quilos encontrado em posto de gasolina em obras em Tessalônica. Artefato foi usado nos bombardeios aliados contra as forças de ocupação nazista.Mais de 70 mil moradores do distrito de Kordalios, na cidade grega de Tessalônica, começaram a retornar a suas casas neste domingo (12/02) após o fim da operação de retirada de uma bomba da Segunda Guerra Mundial achada na semana passada em um posto de gasolina em obras. "Tudo terminou bem", anunciou o governador regional da Macedônia Central, Apostolos Tzitzikostas, ao fim da operação, lembrando que a operação de evacução deste domingo foi a maior já feita na Grécia em tempos de paz. Um grupo de seis especialistas do Exército grego conseguiu desativar o detonador, o que facilitou a retirada da bomba de 250 quilos. O artefato foi transportado a um terreno militar nos arredores para uma explosão controlada. Todos os moradores do distrito do oeste de Tessalônica tiveram que deixar suas casas como medida de segurança. A polícia tinha estabelecido um perímetro de segurança de 1.900 metros onde residem mais de 70 mil pessoas e está instalado um centro de refugiados, que também foi esvaziado. Segundo as autoridades locais, acredita-se que a bomba, que estava a apenas cinco metros e meio de profundidade, contém 150 kg de explosivos. De acordo com a agência de notícias grega AMNA, a bomba seria de procedência britânica e teria sido usada em 1943 nos bombardeios aliados contra as forças de ocupação nazista. FC/efe/afp/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos