Coreia do Norte faz primeiro teste de míssil do ano

Norte-coreanos lançam projétil em direção ao Mar do Japão, no que Seul encara como a primeira tentativa do regime de testar a reação do presidente americano, Donald Trump.A Coreia do Norte lançou neste domingo (12/02) um novo míssil balístico em direção ao Mar do Japão, que percorreu cerca de 500 quilômetros, informou o Estado-Maior Conjunto de Seul (JCS). Segundo a Coreia do Sul, é a primeira tentativa de Pyongyang de testar o presidente americano, Donald Trump. O lançamento ocorreu às 7h55 (horário local, 20h55 do sábado em Brasília) a partir da base aérea de Banghyon, na província de Pyongan. Não há ainda a confirmação do tipo de míssil nem sua trajetória. "O Exército está determinando se trata-se de um míssil balístico Musudan de alcance médio", disse uma fonte militar à agência de notícias Yonhap. Segundo fontes militares de Seul, o projétil voou cerca de 500 quilômetros e, por isso, não parece ser um míssil balístico intercontinental. Trata-se do primeiro lançamento de um míssil por parte do regime de Kim Jong-un neste ano e é a primeira ação deste tipo desde que Donald Trump assumiu a presidência dos EUA em 20 de janeiro. O líder norte-coreano afirmou em sua mensagem de Ano Novo que os mísseis experimentais de alcance intercontinental estavam na "fase final" de seu desenvolvimento. O lançamento coincide também com a visita do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, aos EUA, onde passou o fim de semana com o presidente americano, que o convidou para um resort em West Palm Beach, na Flórida, de propriedade da Trump Organization. Em pronunciamento conjunto, Trump afirmou que os EUA estão "100% junto com o aliado [Japão]". Já o primeiro-ministro japonês pediu ao regime de Pyongyang que cumpra as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas que lhe proíbem o desenvolvimento nuclear militar e limitam a tecnologia de mísseis. "O lançamento norte-coreano de um míssil é totalmente intolerável", afirmou Abe, acrescentando que, durante as reuniões com Trump, ele lhe afirmou que a relação bilateral vai ser reforçada. FC/efe/ap/afp/rtr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos