EUA detectam presença de navio espião russo, diz NYT

Embarcação na costa leste do país pode interceptar sinais dos serviços de inteligência e é equipada com mísseis. Pentágono ainda não se manifestou oficialmente.Autoridades americanas detectaram nesta terça-feira (14/02) a presença de um navio espião russo equipado com mísseis na costa leste dos Estados Unidos, de acordo com o jornal The New York Times. Segundo fontes do governo americano, a embarcação navegava a pouco mais de 110 quilômetros do litoral do estado de Delaware, no nordeste do país, em direção ao norte. O navio SSV Viktor Leonov é capaz de interceptar comunicações ou sinais dos serviços de inteligência e medir a capacidade dos sonares da Marinha dos EUA. "Não representa uma grande preocupação, mas estamos de olho", afirmou um dos funcionários do governo à emissora Fox News, ao ressaltar que, apesar da proximidade com a costa americana, o navio estava em águas internacionais. A passagem do navio russo ocorreu depois dos recentes testes de mísseis pelo Irã e pela Coreia do Norte, ambos condenados de forma veemente pelo governo do presidente Donald Trump. De acordo com o NYT, a presença da embarcação fere um tratado de controle de armas de 1987 que proíbe teste com navios desse tipo e que antecedeu o fim da Guerra Fria. Não é a primeira vez que o tratado é violado. Navios espiões russos já navegaram em águas próximas à base de Kings Bay, no estado da Geórgia, no sul dos EUA, onde ficam os submarinos nucleares. O episódio ocorre em meio a um período conturbado na Casa Branca, com a renúncia de Michael Flynn, assessor de Segurança Nacional de Trump, por omitir telefonemas com autoridades russas. KG/nyt/efe/rtr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos