Restam seis na disputa para ser primeira astronauta alemã

Concurso quer levar uma mulher alemã para temporada de dez dias na estação espacial ISS. Recursos necessários, de 50 milhões de euros, ainda não estão assegurados.Seis candidatas, todas cientistas, alcançaram a fase final de um concurso que vai escolher a primeira astronauta alemã. Elas foram selecionadas entre mais de 80 mulheres após testes médicos e psicológicos conduzidos pelo Centro Aeroespacial Alemão (DLR), afirmou o projeto A Astronauta nesta quarta-feira (1º/03), em Bremen. Ao final do processo, que começou há um ano com 490 interessadas, restarão apenas duas. Elas serão treinadas para uma temporada de dez dias na Estação Espacial Internacional (ISS). Só uma fará a viagem, prevista para acontecer a partir de 2020. O treinamento ocorrerá em paralelo à preparação tradicional feita pela Agência Espacial Europeia (ESA), que já treinou vários alemães, mas todos homens. Os recursos necessários, porém, ainda não estão assegurados. A iniciativa, que conta com recursos privados, pretende recolher 50 mil euros por meio de crowdfunding até 31 de abril. O dinheiro cobrirá os treinamentos iniciais, explicou a responsável pelo projeto, Claudia Kessler. A missão inteira, incluindo a viagem, tem custo estimado de 50 milhões de euros e deverá ser financiada por patrocinadores privados. Kessler, que iniciou o projeto há cerca de um ano, disse que o objetivo é ser um exemplo para meninas. Apesar do elevado custo, ela disse ter certeza de que A Astronauta seguirá adiante. AS/dpa/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos