1879: Nasce Albert Einstein

Ralf Geissler (rw)

Em 14 de março de 1879, Albert Einstein nasceu no sul da Alemanha. O cientista mundialmente conhecido pela Teoria da Relatividade recebeu o Prêmio Nobel de Física de 1921.Albert Einstein, filho de um industrial judeu, nasceu no dia 14 de março de 1879 em Ulm, no sul da Alemanha. Ele frequentou a escola em Munique e mais tarde viria a se queixar dos "professores autoritários". Em 1896, ingressou no Instituto Politécnico de Zurique, na Suíça, tendo concluído a graduação em 1900. Naturalizou-se suíço e, em 1902, começou a trabalhar no Departamento Nacional de Patentes. Nesta época, já dedicava quase todo seu tempo ao estudo da física teórica. No mesmo ano em que concluiu seu doutorado em Zurique, publicou três teses que já antecipavam suas descobertas mais importantes. Einstein foi livre-docente em Berna (1909) e professor da Universidade de Zurique (1910). Lecionou ainda na universidade alemã de Praga (1911), no Instituto Politécnico de Zurique e, em 1914, foi convidado por Max Planck para lecionar na Universidade de Berlim. Três meses mais tarde, irrompia a Primeira Guerra Mundial. Oposição à guerra "Existirá maneira de libertar a humanidade da fatalidade da guerra?" Esta pergunta ocupou o cientista durante toda a sua vida. Einstein se opôs desde o início à guerra e se negou a assinar um manifesto de 93 catedráticos a favor do conflito. Poucos dias depois, redigiu um antimanifesto, junto com o médico Georg Nikolai, outro pacifista, mas que acabou recebendo apenas quatro adesões. Sua tendência ao pacifismo, antimilitarismo e às ideias de Mahatma Gandhi não interessavam à Alemanha, mas apenas suas teorias científicas. Amigos como Max Planck o entendiam. Algumas vezes, à noite, ambos interpretavam composições de Beethoven. Einstein, ao violino, e Planck ao piano. No final da década de 1910, Einstein começou a receber ameaças antissemitas com frequência cada vez maior, acompanhadas inclusive de ameaças de morte. Distância da Alemanha nazista Com o crescente apoio a Hitler na Alemanha, Einstein resolveu gravar um disco, intitulado Mein Glaubensbekenntnis (Minha Confissão de Fé). Já era quase o final de 1932, e a derrocada da República de Weimar estava próxima. Em janeiro de 1933, quando Hitler ascendeu ao poder, o cientista estava no exterior. Einstein resolveu não retornar à Alemanha. Passou seis meses na Bélgica, antes de emigrar para Princeton, nos Estados Unidos. À distância, o físico acompanhou a evolução dos acontecimentos na Alemanha. Estava tão convencido da capacidade de os alemães construírem a bomba atômica que chegou a escrever uma carta em que sugeria ao presidente norte-americano Franklin D. Roosevelt que a construísse antes. Mas quando os Estados Unidos lançaram as duas bombas contra o Japão no final da Segunda Guerra, Einstein ficou chocado e acabou reconhecendo que a ciência podia construir a bomba, mas não controlá-la. A partir daí, o pai da Teoria da Relatividade começou a lutar cada vez mais pela paz. Chegou a ser convidado para assumir a presidência de Israel, em 1948, mas rejeitou. Einstein morreu em 18 de abril de 1955, em Princeton. Seu espólio científico foi doado à Universidade Hebraica de Jerusalém. Insistiu, ainda, que jamais fossem erigidos uma sepultura ou um monumento em sua memória.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos