Declaração de Trump vaza e mostra imposto de US$ 38 milhões

Emissora MSNBC obtém partes da declaração de 2005 e força Casa Branca a confirmar informações. Naquele ano, Trump pagou 38 milhões de dólares em imposto de renda devido a uma regra que ele agora quer abolir.O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pagou 38 milhões de dólares de imposto sobre uma renda de 150 milhões de dólares em 2005, o que equivale a uma taxa efetiva de 25%, segundo um documento revelado na noite desta quinta-feira (14/03) pelo site DCReport.org e pela emissora de televisão MSNBC. O documento mostra ainda que o então empresário do setor imobiliário informou um prejuízo de 103 milhões de dólares naquele ano. Trump se aproveitou de uma lei que permite deduzir perdas em declarações futuras. Em 1995, ele informara um prejuízo de mais de 900 milhões de dólares, em grande parte devido aos seus cassinos. Em outubro passado, o New York Times divulgou que Trump informara, na sua declaração de 1995, um prejuízo de 916 milhões de dólares, o que lhe permitiria evitar o pagamento de imposto de renda por até 18 anos. A Casa Branca reconheceu a veracidade das informações divulgadas pela MSNBC, mas ressaltou que a divulgação delas é ilegal. Durante a campanha eleitoral, Trump havia se recusado a divulgar sua declaração de imposto de renda, quebrando uma antiga tradição entre candidatos democratas e republicanos. Ele justificou a decisão afirmando que estava passando por uma auditoria. "Você sabe que alguém está desesperado por audiência quando está disposto a quebrar a lei para promover uma matéria sobre duas páginas de uma declaração de impostos de uma década atrás", afirmou a Casa Branca, ao acusar a imprensa de ser desonesta. É "totalmente ilegal roubar e publicar declarações de renda", acrescentou. O jornalista David Cay Johnston, do DCReport.org, disse que recebeu as informações no seu e-mail, de forma anônima. A maior parte do imposto de renda pago por Trump em 2005 se deve a uma taxa conhecida como AMT, que estipula um valor mínimo para contribuintes de renda elevada e tem por objetivo impedir que eles usem brechas na legislação para pagar pouco imposto. A AMT exige que os contribuintes calculem seu imposto duas vezes, uma pelas regras comuns e a outra seguindo as regras mais rígidas da AMT, e paguem o cálculo que resultar no valor maior. Críticos dizem que a legislação atinge também muitas pessoas de classe média, que assim acabam pagando mais do que deveriam. Durante a campanha, Trump prometeu acabar com a AMT – agora se sabe que, se não fosse por essa taxa, ele teria pagado apenas cerca de 5 milhões de dólares de imposto de renda em 2005. Os 25% de imposto de renda que Trump pagou em 2005 são bem mais do que a média de 10% dos contribuintes americanos, mas abaixo da média de 27,4% das pessoas de renda elevada. KG/efe/ap/rtr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos