Rússia prende suspeito de organizar atentado suicida

Homem de 27 anos oriundo da Ásia Central teria treinado terrorista que explodiu bomba no metrô de São Petersburgo. Atentado no início de abril deixou 14 mortos e dezenas de feridos.A polícia russa prendeu nesta segunda-feira (17/04) um suspeito de ter organizado o atentado suicida que deixou 14 mortos no metrô de São Petersburgo, no início do mês. Segundo o Serviço Federal de Segurança (FSB, na sigla em russo), Abror Azimov, de 27 anos e oriundo da Ásia Central, teria treinado o terrorista suicida, Akbarzhon Dzhalilov, do Quirguistão. Azimov foi detido pelas forças de segurança na cidade de Odintsovo, na região de Moscou, portando uma pistola carregada e um celular, segundo a imprensa local. O suspeito, que disse conhecer o motivo da sua detenção, foi levado à sede do Comitê de Instrução da Rússia para interrogatório. Nas últimas semanas, ao menos oitos pessoas vindas da Ásia Central foram detidas na Rússia, a maioria em São Petersburgo. Eles são suspeitos de colaborar com o grupo "Estado Islâmico" (EI) e outras organizações terroristas. Segundo a imprensa russa, várias pessoas ligadas ao terrorista Dzhalilov lutaram na Síria ao lado de grupos jihadistas. As autoridades russas ainda não confirmaram se o EI está por trás do atentado suicida. Dzhalilov, de 22 anos, nasceu no Quirguistão, e em 2011 recebeu a cidadania russa. Desde então, ele residia em São Petersburgo. O último grande atentado terrorista na Rússia ocorreu em dezembro de 2013, quando dois suicidas mataram 34 pessoas em uma estação de trem e de trólebus em Volgogrado, a antiga Stalingrado. O ataque na segunda maior cidade russa ainda não foi reivindicado por nenhuma organização. As primeiras investigações indicam que Jailov agiu sozinho ao pôr uma bomba na estação Ploshchad Vosstaniya e depois detonar os explosivos que levava junto ao corpo num vagão de trem na estação Sennaya Ploshchad. Dezenas de pessoas ficaram feridas. KG/efe/ap/lusa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos