+ Franceses vão às urnas em eleições cruciais; siga +

Clarissa Neher

Com visões opostas sobre o papel da França e da União Europeia, Le Pen e Macron se enfrentam no segundo turno das eleições presidenciais. Acompanhe em tempo real.A França volta às urnas neste domingo (7/5) para escolher o seu novo presidente. Em disputa estão dois projetos que propõem renovação, mas que também são antagônicos: o cosmopolitismo pró-europeu do centrista Emmanuel Macron e o nacionalismo eurocético de Marine Le Pen. Para atualizar, CRTL + F5 (horário de Brasília) --------------------------------------------------- Análise: Le Pen consolidou Frente Nacional no cenário político francês Candidata deixa de lado discurso antissemita e racista adotado pelo pai e foca em críticas a UE, imigração, globalização e islã, atraindo eleitores desiludidos com partidos tradicionais, muitos deles jovens. ______________________________ 12:25 - A participação no segundo turno das eleições presidenciais na França alcançou 28,23% ao meio-dia (horário local, 7h em Brasília), número praticamente igual ao registrado nesse mesmo horário no primeiro turno, que foi de 28,54%, informou o Ministério do Interior. ______________________________ Ponto a ponto: o que pensam Macron e Le Pen Com tão poucos pontos de intersecção, franceses estão diante de uma escolha relativamente clara nas eleições presidenciais: entre uma populista de direita eurocética e um liberal pró-UE. ______________________________ 12:00 - A candidata populista de direita Marine Le Pen votou no segundo turno em seu reduto eleitoral de Hénin-Beaumont, no norte da França. Com aparência séria e diante de um bom número de jornalistas, Marine, a quem as pesquisas dão como derrotada, votou acompanhada do prefeito da cidade, Steeve Briois. Já o liberal Macron, favorito em todas as pesquisas, votou na localidade de Le Touquet, no noroeste do país, em meio a uma grande expetativa popular e da imprensa. Ele estava acompanhado da esposa, Brigitte. ______________________________ 11:55 - Ainda durante a votação, a França buscava impedir que o vazamento de emails de campanha de Macron influenciasse o resultado da eleição. O alerta do governo foi claro: a publicação das informações por parte da imprensa poderia ser uma infração criminal. ______________________________ Análise: Alemanha vê seu futuro também em jogo na eleição francesa Visão é de que vitória de Le Pen poderia por água abaixo tudo que foi construído pelas gerações anteriores nas relações bilaterais. Por isso, políticos, inclusive Merkel, não escondem preferência por Macron. ______________________________ 11:50 - Os resultados inesperados dos últimos meses que levaram à vitória de Donald Trump nos EUA, e da aprovação do Brexit no Reino Unido, ainda levantam o temor de que também tudo é possível nas eleições francesas. Mas, as últimas pesquisas cravam que Macron deve ganhar com mais de 20 pontos de vantagem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos