Polícia alemã faz operação antiterrorista

Autoridades realizaram incursões de busca e apreensão em quatro estados. Alvos são supostos militantes do grupo jihadista "Estado Islâmico". Três apartamentos de requerentes de refúgio são revistados em Leipzig.A polícia antiterrorista alemã realizou uma série de operações contra supostos membros e simpatizantes da organização jihadista "Estado Islâmico" (EI) e de outras facções extremistas, no amanhecer desta quarta-feira (10/05), em diversos estados da Alemanha. Um porta-voz do Ministério Público Federal da Alemanha confirmou que foram realizadas incursões policiais em Berlim, Saxônia, Saxônia-Anhalt e na Baviera. Segundo o tabloide alemão Bild, as autoridades realizaram buscas em três apartamentos pertencentes a requerentes de refúgio nos distritos de Volkmarsdorf, Mockau e Connewitz, na cidade de Leipzig. Segundo o Ministério Público Federal, entre os alvos estão dois supostos membros do EI, assim como outro suspeito acusado de fornecer apoio ao grupo jihadista. Nenhuma prisão foi feita e nenhum nome foi liberado. As buscas ocorreram menos de uma semana depois de uma operação antiterrorista similar em Wachau, próximo de Leipzig. Os promotores federais suspeitam que os suspeitos procurados nesta quarta-feira tenham relação com os sírios Abd Arahman A. K. – preso em 2016 sob suspeita de planejar um ataque a bomba em Düsseldorf – e Ahmad A. A. – preso na semana passada em Wachau e que teve sua prisão ordenada sob acusação de ser membro do EI. Ahmad, de 29 anos, teria jurado lealdade ao EI em 2013 e lutado na Síria por vários anos. PV/dpa/afp/rtr/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos