Volkswagen irá desembolsar US$ 1,2 bi após novo acordo

Colocando fim à maior parte dos litígios envolvendo escândalo de emissões, juiz americano determina que montadora arque com conserto ou recompra de mais de 80 mil veículos a diesel vendidos nos EUA.Um juiz federal dos Estados Unidos aprovou definitivamente nesta quinta-feira (11/05) um acordo com a Volkswagen americana relativo ao escândalo em torno de um esquema desenvolvido pela companhia para burlar controles de emissões de gases de efeito estufa por veículos a diesel. Conforme a decisão, a montadora deverá desembolsar pelo menos 1,2 bilhão de dólares para consertar ou recomprar mais de 80 mil carros com motores de três litros vendidos nos EUA. O juiz, Charles Breyer, classificou de "justo e adequado" o acordo, que põe fim à maior parte dos litígios envolvendo o escândalo de emissões, que veio à tona em setembro de 2015. O acordo se aplica a proprietários de veículos das marcas Volkswagen, Porsche e Audi e deverá cobrir também o pagamento de 225 milhões de dólares para um fundo para mitigar a poluição. A recompra está prevista sempre que o software dos veículos, que era usado para alterar as emissões, não puder ser consertado para satisfazer as normas legais. De acordo com a decisão, proprietários de modelos de 3 litros adquiridos entre 2009 e 2012 poderão devolver seus veículos caso estes não possam ser reparados para atender aos padrões de poluição. Eles também receberão uma compensação que vai de 7,7 mil dólares a 13,8 mil dólares. Aqueles que possuem carros mais novos poderão receber compensações de até 16,1 mil dólares. Na mesma audiência, o juiz também aprovou um acordo com a vendedora de autopeças alemã Robert Bosch por ter desenvolvido os motores utilizados pela Volkswagen. A Bosch concordou em pagar 327,5 milhões de dólares para os proprietários americanos de veículos a diesel da Volks, incluindo um número ainda maior de modelos de dois litros. A empresa negou fraude intencional. A Volkswagen acolheu a decisão do juiz, encerrando uma aprovação inicial do acordo anunciada em fevereiro. "Este é um marco importante para a Volkswagen e significa que há uma solução para os nossos clientes nos Estados Unidos", disse a companhia em um comunicado. Desde que o escândalo de emissões veio à tona, em 2015, acordos com o governo e clientes da Volkswagen já custaram à companhia mais de 24 bilhões de dólares. No ano passado, a Volks concordou em pagar cerca de 15 bilhões de dólares para readquirir cerca de 475 mil carros com motores a diesel de dois litros. IP/afp/ap/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos