+++ Ao vivo: Ataque em Londres +++

Veículo atinge pedestres na Ponte de Londres e pessoas são esfaqueadas em área próxima. Há pelo menos seis mortos e 30 feridos. Polícia local classifica atos como "incidentes terroristas". Três suspeitos foram mortosO que já se sabe: - Autoridades respondem a duas ocorrências na capital britânica pouco depois das 22h no horário local (18h em Brasília). A Polícia afirma que seis pessoas morreram e pelo menos 30 ficaram feridas. - Três pessoas são suspeitas de terem tomado parte no ataque. Todas foram mortas pela polícia. - Ponte de Londres: uma van acelerou contra pedestres e atingiu vários deles. - Borough Market: policiais armados respondem a "um ataque a faca" no mercado de produtos alimentícios, perto da área da Ponte de Londres. - Vauxhall: polícia relata terceiro "incidente" na região sudoeste de Londres, mas depois afirma que caso não tem conexão com outras ocorrências - Primeira-ministra, Theresa May, afirmou que o governo está tratando ocorrências como "potencial ato terrorista". - Polícia local classifica ocorrências como "incidentes terroristas" Últimas atualizações: 0h07 Autoridades de Londres afirmam que "latas" encontradas junto ao corpo de um suspeito eram tentativa de simular um falso colete de bombas 23:55 Polícia Metropolitana de Londres confirma que seis pessoas morreram nos ataques. Pelo menos 30 ficaram feridas 23:51 A Polícia Metropolitana de Londres que três suspeitos participaram dos ataques. Todos eles foram baleados e mortos por policiais. 23:17 Os ataques deste sábado são o terceiro episódio de terrorismo no Reino Unido em 2017. No dia 22 de maio, um terrorista suicida detonou explosivos durante um show em Manchester e provocou a morte de 22 pessoas e deixou mais de 100 feridos. O terrorista foi identificado como Salman Ramadan Abedi, um muçulmano britânico de 22 anos. Em 22 de março, um homem jogou um veículo contra um grupo de pedestres nos arredores do Parlamento britânico, em Londres. Quatro pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas. O terrorista foi identificado como Khalid Masood, de 52 anos. Após se chocar contra os pedestres, ele avançou contra as grades de um edifício parlamentar e depois esfaqueou o policial Keith Palmer, que acabou morrendo. Massod acabou sendo abatido por outro agente e morreu no local. 23:09 O presidente da França, Emmanuel Macron, comentou os ataques em Londres: "Diante desta nova tragédia, a França está mais do que nunca ao lado do Reino Unido. Meus pensamentos estão com as vítimas e suas famílias", disse. 22:58 O fotógrafo Gabriele Sciotto publicou uma foto mostrando um possível suspeito pelos ataques deitado no chão. Ele parece estar com latas amarradas junto ao corpo e teria sido baleado pela polícia em Borough Market. Outro homem ao fundo é visto deitado no chão. 22:47 O Serviço de Ambulância de Londres informou que transferiu pelo menos 20 pacientes para seis hospitais da cidade após os atos terroristas. 22:45 A rede BBC divulgou uma foto de uma van que pode ter sido usada no ataque terrorista na Ponte de Londres 22:38 A Polícia Metropolitana de Londres divulgou uma versão oficial sobre a sequência dos acontecimentos: Às 22h08 de 3 de junho, policiais responderam ao chamado de um veículo que colidiu com pedestres na Ponte de Londres. Os policiais responderam na sequência a relatos de ataques a faca no Borough Market. Policiais armados responderam e tiros foram disparados. Os oficiais responderam posteriormente a um incidente na área de Vauxhall. Às 00 horas do dia 4 de junho, os incidentes na Ponte de Londres e no Borough Market foram declarados como incidentes terroristas. O incidente em Vauxhall envolve um esfaqueamento, mas não se acredita que esteja conectado aos outros dois incidentes. 22:24 A cantora Ariana Grande escreveu em sua conta no Twitter que está "rezando por Londres". Dez dias atrás, um show da cantora em Manchester foi alvo de um atentado terrorista que deixou 22 mortos e mais de cem feridos. 22:17 O tabloide The Sun afirma que "sete pessoas" morreram nos ataques deste sábado. Não há confirmação oficial sobre esse número. A publicação também afirma que "três terroristas" de um grupo de cinco no total foram mortos pela polícia. Também não há confirmação oficial sobre essa informação. 22:15 A Polícia Metropolitana de Londres pediu que o público evite publicar fotos e vídeos dos atos terroristas que ocorreram na capital britânica 22h09 - Repórter do jornal Daily Telegraph relata três explosões perto do Borough Market. Emissoras de TV locais levantam hipótese de que se trata de detonações controladas feitas pela polícia. 21:41 O prefeito de Londres, Sadiq Khan, classificou os atos deste sábado em Londres como "bárbaros" e "sem justificativa". Ele também pediu para que os habitantes e turistas permaneçam calmos e atentos. 20:59 A Polícia Metropolitana de Londres classifca oficialmente as ocorrências na Ponte de Londres e no Borough Market como "incidentes terroristas" 20:43 Primeira-ministra, Theresa May, afirmou que o governo está tratando ocorrências como "potencial ato terrorista". 20:28 O presidente dos EUA, Donald Trump comentou os episódios deste sábado em Londres em sua conta no Twitter. "Nós temos que ser espertos, vigilantes e fortes. Nós precisamos que os tribunais nos devolvam nossos direitos. Nós precisamos de um banimento de viagens como um adicional de segurança", escreveu o presidente, que no início do ano tentou proibir o ingresso nos EUA de cidadãos de sete países de maioria muçulmana. A ordem acabou sendo derrubada pela Justiça americana. JPS/rt/afp/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos