Veículo atinge pedestres na Ponte de Londres

Autoridades relatam ataque a faca em área próxima e policiais armados respondem com tiros. Polícia confirma uma morteA Polícia Metropolitana de Londres informou na noite deste sábado (3/6) que a Ponte de Londres foi fechada após uma van atingir pedestres que passavam pela estrutura. O episódio ocorreu pouco depois das 22h no horário local (18h no horário de Brasília) e foi seguido por outros dois incidentes em áreas próximas. A polícia afirma que pelo menos uma pessoa morreu. Segundo a BBC, que citou uma repórter que estava passando no local quando ocorreu o incidente, a van estava "a cerca de 80 quilômetros por hora" quando passou pela ponte. A mesma repórter afirmou que paramédicos estavam atendendo pelo menos cinco pessoas depois do incidente. "O motorista de uma van branca veio acelerando, provavelmente a 80 km/h, desviou da pista para a multidão que estava andando", disse a repórter. Pouco depois, a polícia informou que estava respondendo a um segundo incidente no Borough Market, um mercado público próximo da ponte de Londres. Segundo a BBC, há relatos de um "ataque a faca" no local. Uma testemunha disse que duas pessoas ficaram feridas. A polícia afirmou que deslocou policiais armados para o local e que "tiros foram disparados". A polícia afirma que está respondendo ainda a um "incidente" em Vauxhall, um distrito no sudoeste de Londres. O serviço oficial de tráfego da capital britânica confirmou o fechamento da Ponte de Londres, uma das principais vias de transporte da capital do Reino Unido e pediu que motoristas e pedestres evitem a área. A ponte Southwark, que fica na mesma área, também foi bloqueada pelas autoridades. Por enquanto, nenhuma autoridade levantou a hipótese de que se trata de um ataque terrorista. Os episódios deste sábado ocorrem dez dias após o atentado terrorista na cidade britânica Manchester da semana passada, que deixou 22 mortos e mais de 100 feridos na saída do show da cantora americana Ariana Grande. Em 22 de março, em um ataque terrirsta um homem jogou um veículo contra um grupo de pedestres nos arredores do Parlamento britânico, em Londres. Quatro pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas. O terrorista foi identificado como Khalid Masood, de 52 anos. Após se chocar contra os pedestres, ele avançou contra as grades de um edifício parlamentar e depois esfaqueou o policial Keith Palmer, que acabou morrendo. Massod foi acabou sendo abatido por outro agente e morreu no local. O presidente dos EUA, Donald Trump comentou os episódios deste sábado em Londres em sua conta no Twitter. "Nós temos que ser espertos, vigilantes e fortes. Nós precisamos que os tribunais nos devolvam nossos direitos. Nós precisamos de um banimento de viagens como um adicional de segurança", escreveu o presidente, que no início do ano tentou proibir o ingresso nos EUA de cidadãos de sete países de maioria muçulmana. A ordem acabou sendo derrubada pela Justiça americana. Este artigo está sendo constantemente atualizado. Mais informações em breve.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos