Rússia diz que pode ter matado líder do "Estado Islâmico"

Ministério da Defesa investiga se Abu Bakr al-Baghdadi estava de fato em local bombardeado pela aviação russa em 28 de maio, na Síria. Se confirmada, morte representaria grande sucesso militar para Moscou.O líder da organização jihadista "Estado Islâmico" (EI), Abu Bakr al-Baghdadi, pode ter morrido no último dia 28 de maio, em decorrência de um ataque aéreo russo nos arredores de Raqqa, na Síria, anunciou o Ministério da Defesa da Rússia nesta sexta-feira (16/06). "Segundo informações que recebemos por diversos canais, o líder do 'Estado Islâmico', Abu Bakr al-Baghdadi, estava numa reunião de chefes do EI atacada pela aviação russa e foi morto na ação", disse o ministério, que está investigando o caso para tentar confirmar a morte. No ataque "também foram mortos outros líderes do grupo terrorista, integrantes do chamado conselho militar do EI, além de 30 comandantes de nível médio e cerca de 300 guerrilheiros", publicou a agência russa de notícias Sputnik, citando o Ministério da Defesa. De acordo com Moscou, o ataque ocorreu quando os líderes do EI se reuniam para discutir a retirada do grupo de Raqqa, a capital não oficial da organização extremista. A Força Aérea russa bombardeou os jihadistas na madrugada de 28 de maio, depois que drones confirmaram o local e hora da reunião. Se o relato for confirmado, a morte de Baghdadi será um grande sucesso militar para Moscou, que vem executando uma campanha militar em apoio ao presidente da Síria, Bashar al-Assad, desde setembro de 2015. O líder do EI não foi visto em público desde que se proclamou "califa" na cidade iraquiana de Mossul, há três anos. Nascido no Iraque e um dos homens mais procurados do mundo, Baghdadi já foi declarado ferido ou morto uma série de vezes. PV/efe/ap/dpa/rtr/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos