Polícia eleva para 79 número de vítimas de incêndio em Londres

Total inclui mortos e desaparecidos na tragédia que destruiu prédio de 24 andares na capital britânica. Número ainda poderá ser revisto, afirmam autoridades, prometendo investigação "exaustiva" sobre causas da tragédia.Setenta e nove pessoas morreram ou estão desaparecidas e provavelmente mortas em consequência do incêndio que destruiu um prédio de 24 andares em Londres, afirmou a polícia londrina nesta segunda-feira (19/06). O total ainda poderá aumentar, advertiu a polícia, pois talvez haja pessoas que não se saiba que estavam no prédio. O balanço anterior das autoridades era de 58 vítimas, entre mortos e desaparecidos. Dos feridos, 18 continuam hospitalizados, e nove estão em estado crítico. Segundo o chefe da polícia, Stuart Cundy, somente cinco pessoas foram identificadas até o momento. Especialistas já haviam dito que algumas vítimas jamais serão identificadas devido às condições de seus restos mortais. Cundy disse que uma operação de busca e resgate está em andamento no prédio, construído em 1974 em North Kensington, no oeste de Londres. Além disso, ele prometeu uma investigação "exaustiva" sobre as causas do incêndio. Entre 400 e 600 pessoas viviam na Torre Grenfell, de 24 andares e 120 apartamentos, totalmente consumida pelo fogo na madrugada de quarta-feira passada. AS/afp/ap/lusa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos