Número de mortos em Grenfell pode só ser conhecido em 2018

Polícia britânica presume que ao menos 80 pessoas tenham morrido em consequência do incêndio que destruiu prédio residencial em Londres. Balanço definitivo, no entanto, deve levar meses para ser determinado.A polícia britânica afirmou nesta quarta-feira (28/06) que o número definitivo de mortos no incêndio que destruiu a Torre Grenfell, um prédio residencial de 24 andares em Londres, não deve ser conhecido até o final do ano. Até agora, a estimativa é de que 80 pessoas morreram no desastre. Segundo Fiona McCormack, superintendente da Polícia Metropolitana de Londres, o balanço final só poderá ser divulgado quando as operações de busca e recuperação dos corpos, bem como o processo de identificação das vítimas, tiverem chegado ao fim, o que ainda levará "longos meses". "O que posso dizer é que acreditamos que cerca de 80 pessoas estão mortas ou desaparecidas, e infelizmente devo presumir que elas estejam mortas", declarou McCormack. A dificuldade em se definir um balanço de mortos se dá porque ainda não foi possível determinar, com certeza, quem estava no prédio no momento em que ele pegou fogo em 14 de junho passado, afirmou a oficial. De acordo com McCormack, policiais e bombeiros já fizeram buscas em todos os 129 apartamentos da Torre Grenfell. No entanto, a intensidade das chamas naquela noite tem dificultado o trabalho de identificação e localização das vítimas. "Estamos trabalhando intensamente para identificar todos os que morreram no incêndio, mas a trágica realidade é que, devido ao calor intenso do fogo, é possível que algumas pessoas jamais sejam identificadas", acrescentou a superintendente. A polícia já conversou com moradores de 106 dos 129 apartamentos do edifício londrino. Segundo as autoridades, 18 pessoas que estavam nessas 106 residências estão presumivelmente mortas. McCormack afirmou que, "apesar dos enormes esforços investigativos", ainda não foi possível entrar em contato com ninguém que residia nos 23 apartamentos restantes. "Nesta fase, devemos presumir que ninguém nesses apartamentos sobreviveu, isso inclui pessoas que moravam neles ou visitavam." Entre 400 e 600 pessoas viviam na Torre Grenfell, totalmente consumida pelo fogo na madrugada de 14 de junho. O último balanço divulgado pela polícia britânica falava em 79 mortos. Investigações revelaram na semana passada que o incêndio começou numa geladeira. Além disso, o material utilizado no exterior do edifício não passou em testes de segurança. EK/ap/afp/lusa/efe/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos