Carro-bomba mata ao menos 21 em Damasco

Entre os mortos pela detonação na capital da Síria estão sete policiais. Dois outros veículos com explosivos foram interceptados pelas forças de segurança. Tipo de ataque é considerado relativamente raro na cidade.Pelo menos 21 pessoas morreram e 15 ficaram feridas neste domingo (02/07) pela explosão de um carro-bomba em Damasco, informou a agência de notícias governamental Sana. A ONG Observatório Sírio de Direitos Humanos tinha informado em um primeiro momento a morte de 12 pessoas, entre elas, três terroristas e sete integrantes das forças de segurança sírias. Alguns dos 15 feridos estão em estado grave, acrescentou o Observatório. A agência de notícias estatal síria informou que forças de segurança perseguiram três carros cheios de explosivos, conseguindo interceptar dois dos veículos, matando os motoristas e explodindo as bombas de forma controlada. "No entanto, um terceiro motorista entrou na praça Tahrir, ao leste da cidade, e detonou a carga de explosivos após ser cercado", informou Sana. A explosão realizada pelos terroristas aconteceu na praça Al Gadir, no bairro de Al Amara, perto da conhecida praça Tahrir, no centro antigo de Damasco. Este tipo de ataque é relativamente raro na capital síria, sede do regime de Bashar al-Assad, que apareceu várias vezes em público na semana passada, numa demonstração de confiança depois de mais de seis anos de guerra no país. Os combates entre grupos armados da oposição e as forças do regime têm sido frequentes nos arredores da capital, mas a cidade tem sido mantida relativamente à margem do conflito. A guerra na síria já fez mais de 320 mil mortos, segundo números da ONU. MD/lusa/efe/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos