Terremoto deixa dois mortos na Grécia

Sismo de magnitude 6,7 atinge ilha de Kos e é sentido também na Turquia. Mais de duzentas pessoas ficam feridas. Prejuízos são maiores na capital de Kos, onde construções antigas foram afetadas.Um terremoto de magnitude 6,7 graus na escala Richter deixou ao menos dois mortos e 120 feridos nesta sexta-feira (21/07) na ilha de Kos, na Grécia, afirmaram autoridades da região. As vítimas são um turista sueco de 27 anos e um turco de 39. O sismo também foi sentido nas costas ocidentais turcas, sobretudo na localidade de Bodrum. As autoridades turcas disseram que o sismo teve magnitude de 6,3, tendo sido registradas mais de 20 réplicas. A imprensa local afirmou que quase 80 pessoas tiveram ferimentos leves. Pouco depois do primeiro tremor, uma réplica de 5,1 graus foi registrada ao norte da ilha de Leros, na mesma profundidade. A primeira réplica foi seguida de outras três, de magnitudes, 4,6, 4,5 e 4,7 graus, segundo o Instituto Geodinâmico de Atenas. O tremor ocorreu por volta de 1h30 no horário local (20h30 desta quinta-feira em Brasília). As vítimas em Kos estavam num bar, cujo teto desabou devido ao impacto do terremoto. Muitas pessoas entraram em pânico e deixaram suas residências por medo de réplicas. "Dois ou três feridos ficaram em estado grave e foram submetidos a intervenções cirúrgicas", disse um funcionário do governo regional de Kos. Os feridos encontravam-se num edifício que ruiu. Um terço do território de Kos ficou sem eletricidade devido ao tremor, que também foi sentido na ilha de Rodes. O epicentro do terremoto foi no mar, entre as duas ilhas, a apenas 10 quilômetros de profundidade, segundo o Instituto Geodinâmico de Atenas. Autoridades disseram que aeroporto de Kos funciona normalmente, mas o porto sofreu muitos danos, forçando duas grandes balsas a atracar em ilhas próximas. Os serviços de ferry foram suspensos devido a estragos no porto de Kos, onde um forte do século 14 também foi danificado. "É apenas a cidade principal que enfrenta problemas, o resto da ilha não tem problema", disse o prefeito de Kos, Giorgos Kyritsis. "Os edifícios afetados eram principalmente antigos e foram construídos antes da introdução das regras de construção antissísmica", acrescentou. Segundo o balanço inicial dos danos, na capital Kos, uma igreja desabou, assim como parte da mesquita na Praça da Liberdade. A igreja de Ayia Paraskevi ficou muito danificada. Em declarações à emissora ERT, o ministro da Marinha Mercante, Nektarios Santorini, afirmou que não há mais perigo. O terremoto aconteceu justamente no início da temporada turística. AS/efe/lusa/afp/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos