Bombardeio americano mata 16 policiais afegãos por engano

Forças dos EUA confirmam incidente, que deixou ainda dois feridos. Americanos afirmam que vão investigar o casoUm ataque aéreo americano matou 16 policiais afegãos e feriu outros dois na província de Helmand. O incidente aconteceu na sexta-feira (21/07) quando as forças de segurança afegãs participavam de uma operação contra terroristas do Talibã, informou Salam Afghan, porta-voz da polícia de Helmand, que fica no sul do país. "No ataque, 16 policiais afegãos foram mortos, incluindo dois comandantes. Outros dois policiais foram feridos". O incidente foi confirmado pelo comando das tropas americanas no país, que "expressou condolências" pelo que classificou como "incidente lamentável", mas sem apontar um número de mortos. Os americanos também afirmaram em nota que vão investigar o caso. "Durante uma operação apoiada pelos EUA, disparos aéreos resultaram na morte das forças afegãs amigas que estavam reunidas uma construção. (...) Nós gostaríamos de expressar nossas mais profundas condolências às famílias afetadas por este incidente lamentável", disse o comunicado. Um porta-voz do governo provincial disse que o episódio foi provavelmente resultado de um "problema de comunicação" ou de "coordenadas incorretas". Os EUA são a única força estrangeira da coalizão que luta contra o Talibã que realiza ataques aéreos no Afeganistão. As forças americanas estão lutando no país há quase 16 anos. Este não foi o primeiro incidente do gênero. Em fevereiro, um ataque aéreo americano em Sangin matou pelo menos 18 civis, entre eles mulheres e crianças. Em novembro, 32 civis afegãos foram mortos em um ataque aéreo norte-americano na província de Kunduz. Em outubro de 2015, um ataque aéreo dos EUA atingiu um hospital operado pelos Médicos Sem Fronteiras matando 42 pessoas e provocando indignação internacional. JPS/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos