Furacão Harvey deixa 46 mortos nos EUA

Com trabalhos de resgate em andamento, número de mortos pode aumentar. Cerca de 42 mil pessoas continuam desabrigadas. Situação em Houston começa a se normalizar.Pelo menos 46 pessoas morreram nos Estados Unidos na passagem do devastador furacão Harvey pelo Texas e pela Louisiana, informaram nesta sexta-feira (01/09) as autoridades locais. Com trabalhos de resgate ainda em andamento, esse número pode aumentar. A tempestade tropical Harvey, que atingiu há uma semana o Texas como um furação de categoria 4 (numa escala em que a categoria máxima é 5), provocou chuvas torrenciais, grandes inundações e desalojou milhares de pessoas só na área da cidade de Houston, a cidade mais populosa do estado, no sul dos EUA. A tempestade deslocou-se depois para o leste e atingiu Louisiana. Greg Abbott, governador do Texas, advertiu que a reconstrução total "será um projeto que levará vários anos". Segundo a imprensa local, em Beaumont, cidade de quase 120 mil habitantes perto da fronteira com a Louisiana, a situação continua preocupante, especialmente porque há dias a população está sem água potável. De acordo com a porta-voz da Cruz Vermelha, Suzy DeFrancis, cerca de 42 mil pessoas estão em abrigos temporários. Ela indicou que a organização provavelmente terá que continuar com os seus trabalhos de emergência até, pelo menos, o Dia de Ação de Graças, no final de novembro. Uma semana após o furacão chegar na região, o prefeito de Houston, Sylvester Turner, afirmou que a cidade está começando a entrar na fase de recuperação. "Ainda há muitos resgates a serem feitos na região, mas no que diz respeito à cidade de Houston, estamos começando a entrar na fase de recuperação", disse Turner à emissora de televisão americana CNN. O prefeito indicou que muitos dos esforços de resgate são realizados na maior área metropolitana da cidade, com as equipes "indo de porta a porta" para garantir que ninguém esteja preso dentro de casa. O prefeito também disse que a rede elétrica de Houston está se restabelecendo lentamente e que já são menos de 35 mil casas sem eletricidade. O sistema de transporte da cidade e as coletas de lixo também retomaram o serviço. Apesar de ter evoluído para uma tempestade tropical, o Harvey foi o furação mais forte que chegou nos Estados Unidos desde 2005, ano em que o Katrina atingiu Nova Orleans, e o maior a afetar o Texas desde 1961. De acordo com a Casa Branca, a passagem do furacão Harvey pelo Texas e pela Louisiana danificou cerca de 100 mil residências. Estima-se que danos de 42 bilhões de dólares foram causados pela tempestade. Se esse valor for confirmado, a passagem da tempestade ficará entre as cinco mais devastadoras já registradas no país. CN/efe/lusa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos