Viúva americana doa fortuna ao zoológico de Colônia

Local receberá herança de 22 milhões de dólares. Elizabeth Reichert, de 93 anos, nasceu e conheceu o marido na cidade alemã. Casal não teve filhos.Uma viúva americana decidiu doar sua fortuna, avaliada em 22 milhões de dólares, ao zoológico de Colônia, na Alemanha. A cidade no oeste alemão, além de ser o local de nascimento de Elizabeth Reichert, de 93 anos, foi também onde ela conheceu o marido, durante a Segunda Guerra Mundial. Segundo o jornal local Kölner Stadt-Anzeiger, uma fundação será criada para administrar o dinheiro após a morte de Elizabeth. Os juros dos investimentos serão repassados anualmente para o zoológico. Estima-se que o local receberá até 800 mil euros por ano. "Ao pensar para quem deixar o dinheiro, as memórias têm um papel importante", contou Elizabeth ao Kölner Stadt-Anzeiger, ao ser questionada sobre a decisão. A viúva que nasceu em Colônia, assim como o marido, disse ainda que o casal nunca esqueceu a cidade. Em Colônia, Elizabeth conheceu Arnulf Reichert, um judeu que vivia na clandestinidade escondido do regime nazista, em 1944. Depois de sobreviver ao holocausto, o casal decidiu deixar a Alemanha e migrou inicialmente para Israel e depois para os Estados Unidos. No novo país, Elizabeth trabalhou como cabelereira e seu marido assumiu um cargo numa empresa especializada no comércio de animais de estimação e rações. Poucos anos depois, Arnulf resolveu investir num negócio próprio. Nos Estados Unidos, o casal fez fortuna. Como não tiveram filhos, eles decidiram doar sua herança ao zoológico. Após a morte do marido em 1998, Elizabeth decidiu seguir com os planos do casal. Em 2015, quando os primeiros e-mails sobre a doação começaram a chegar, o diretor do zoológico, Christopher Landsberg, achou que era uma brincadeira. Após entrar em contato com os advogados da viúva, o local começou a receber doações mensais de 6 mil euros. Em troca do presente, o zoológico decidiu batizar o prédio dos animais da América do Sul de Arnulf Reichert. A viúva foi convidada para participar do evento em homenagem ao seu marido e visitar novamente o local, mas ela afirmou que uma viagem até a Alemanha seria muito cansativa devido sua idade avançada. Essa não foi a primeira vez que o casal presentou o zoológico. Em 1954, eles doaram uma tartaruga para o local. CN/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos