Sondagens dão vitória a Merkel em debate na TV

Em pesquisas encomendadas pelas principais emissoras, telespectadores apontam melhor desempenho da chanceler em duelo contra principal adversário na eleição parlamentar, mas este pontuou entre indecisos.A chanceler federal alemã, Angela Merkel, venceu o duelo televisivo deste domingo (03/09) contra o seu principal concorrente nas eleições parlamentares, o social-democrata Martin Schulz, segundo sondagens encomendadas pelas duas principais redes de televisão públicas da Alemanha. Na plataforma de notícias curtas Twitter, ela também ficou na frente após o debate. O serviço informou nesta segunda-feira que a chanceler teve 51,5% das menções no portal, três pontos percentuais na frente de seu adversário, que teve 48,5%. De acordo com os números da ARD, 55% dos espectadores disseram que Merkel se saiu melhor, contra 35% que optaram por Schulz. Já a rede ZDF apurou uma vitória mais apertada para a chefe de governo, com 32% contra 29% para seu adversário, enquanto a maior parte, 39%, disse não ter percebido grande diferença entre os dois. Segundo a ARD, o debate foi acompanhado por 16,23 milhões de pessoas pelos cinco canais que o transmitiram (ARD, ZDF, RTL, SAT.1 e Phoenix). O mais interessante, entretanto, é que entre aqueles eleitores que se dizem indefinidos, 25% disseram que Merkel foi melhor e 29% preferiram a atuação de Schulz, enquanto 46% afirmaram que ambos estiveram no mesmo nível, segundo a pesquisa da ZDF. Isso pode ser um indício, segundo especialistas, de que o social-democrata ainda pode pelo menos diminuir a diferença que o separa da chanceler nas pesquisas de intenção de voto, que o colocam em segundo lugar. No que diz respeito às expectativas dos eleitores, Schulz conseguiu resultado melhor que Merkel. No levantamento para a ZDF, 51% dos telespectadores afirmaram que o social-democrata superou as expectativas, enquanto 36% disseram que ele as cumpriu e apenas 11% acharam que ele ficou aquém do esperado. Em relação a Merkel, 11% disseram que ela atuou melhor que a expectativa, 12% disseram que ela foi pior e, para 77%, ela esteve dentro das expectativas. Já na pesquisa encomendada pela ARD, 30% disseram que Merkel se saiu melhor que o esperado, e 24% afirmaram que ela foi pior. Schulz teria se saído melhor que as expectativas para 54% dos entrevistados, enquanto 26% acharam o desempenho do social-democrata pior do que o esperado. Simpatia, credibilidade e competência No quesito "simpatia", Merkel ganhou de Schulz por 40% a 25% na pesquisa da ZDF, enquanto 34% disseram não ter percebido diferença nesse aspecto. A ARD apurou vitória para a chanceler por 49% a 31%. No item "credibilidade", 35% disseram à pesquisa da ZDF que a democrata-cristã foi melhor, enquanto o social-democrata teve preferência de 22% (43% não viram diferença). Na sondagem da ARD, a vitória para a chanceler nesse quesito foi de 49% a 29%. No ponto "competência", Merkel ganhou tanto na pesquisa da ZDF, com 41% a 18%, como no levantamento da ARD, por 64% a 20%. Quanto a questões de "justiça social", Schulz convenceu melhor, com 49% e apenas 15% para Merkel (sem diferença: 34%), na sondagem da ZDF. A ARD detectou que Schulz foi considerado bem mais agressivo do que a chanceler por 87% contra 5%. Quanto à mudança na impressão geral que os telespectadores tinham dos candidatos antes e depois do duelo, Schulz conseguiu pontuar melhor, segundo a ZDF. O social-democrata deixou uma impressão melhor do que muitos tinham dele para 44% das pessoas, e pior para 11% dos entrevistados, permanecendo imutável para 48% dos questionados. Já Merkel deixou uma melhor impressão para 11% e uma pior para 8%, enquanto 81% disseram terem mantido a mesma impressão anterior da chanceler. Na pergunta sobre qual dos dois os eleitores preferem como chanceler alemão, Schulz conseguiu ganhar pontos valiosos, embora ainda esteja atrás da chanceler em 14 pontos percentuais (tinha 27 pontos de desvantagem antes do debate). Merkel tem a preferência de 53% (60% antes do duelo) enquanto 39% preferem o social-democrata (33% antes do debate) como chefe de governo. MD/afp/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos