O Brasil na imprensa alemã (06/09)

Investigações envolvendo a escolha do Rio como sede olímpica, disputa em torno de famoso avião estacionado em Fortaleza e decisão da Justiça de suspender efeitos de decreto sobre reserva na Amazônia foram destaque.Süddeutsche Zeitung - Negócios com o Rei Arthur, 06/09/2017 Possivelmente, depois de tantos anos no Olimpo, Carlos Arthur Nuzman nem temia mais que algo assim pudesse acontecer. Mas nesta terça-feira, às 6h da manhã, procuradores do Rio de Janeiro entraram de repente pela porta da casa dele, no bairro nobre do Leblon. Eles foram encarregados por seus colegas franceses e pelas autoridades de Antígua e Barbuda. Horas depois, o chefe do Comitê Olímpico do Brasil, membro de honra no Comitê Olímpico Internacional (COI) e chefe da organização da Rio 2016, teve que entregar seu passaporte e prestar depoimento. No contexto da escolha da sede olímpica em 2009, Nuzman, de 75 anos, teria orquestrado a compra massiva de votos de funcionários olímpicos na África a favor do Rio. [...] Dois milhões de dólares teriam sido pagos a Diack [Lamine, ex-presidente da Federação Internacional de Atletismo], transferidos pelo empresário Arthur Soares [...], que em sua rede é chamado de Rei Arthur. [...] O Rio deve ser apenas o começo. Com resultados claros das investigações, a pressão sobre Tóquio 2020 deve aumentar. Segundo círculos judiciários, seria bizarro, se o mesmo esquema usado para a compra de votos para o Rio tivesse marcado a candidatura de Tóquio. Spiegel Online – Disputa em torno do retorno do "Landshut", 02/09/2017 Sequestrada em 1977, a aeronave "Landshut" [estacionada no aeroporto de Fortaleza] deverá ser exibida num museu particular em Friedrichshafen [no sul da Alemanha]. Segundo informações da Spiegel, no entanto, há descontentamento em relação ao procedimento do Ministério do Exterior alemão. [...] Leia mais: Alemanha vai repatriar do Brasil famoso avião sequestrado Como foi anunciado na edição impressa atual da Spiegel, a cidade de Flensburg acusa o Ministério do Exterior de ter quebrado a promessa de uma licitação aberta para escolher o melhor local [para abrigar o avião]. [...] Também no órgão dirigido pela ministra alemã da Cultura, Monika Grütters, há grandes dúvidas internas sobre a exibição do "Landshut" em Friedrichshafen. Isso pôde ser lido na ata de uma reunião entre representantes do Ministério do Exterior, do Ministério da Cultura, da Fundação Dornier e da Casa da História de Bonn, que aconteceu no dia 8 de agosto em Friedrichshafen. [...] Representantes de Grütters apontaram que o financiamento da exposição [do avião] ainda não está garantido. Spiegel Online – Tribunal suspende plano de Temer para mineração em área protegida, 31/08/2017 Um tribunal brasileiro suspendeu um decreto do presidente Michel Temer que permitiria a mineração numa área até então protegida da Floresta Amazônica. O juiz Rolando Valcir Spanholo afirmou que, segundo a Constituição, somente o Congresso pode abolir o status de proteção da Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca). [...] Há tempos Temer vem sendo criticado por privilegiar interesses econômicos em detrimento da proteção ambiental. O diretor da seção brasileira da organização de conservação da natureza WWF, por exemplo, advertiu que a exploração mineral na região iria levar a "uma explosão demográfica, desmatamento, destruição de recursos hídricos, perda de biodiversidade e ao surgimento de conflitos de terra". Nesta segunda-feira, Temer anunciou que havia adaptado seus planos. A WWF saudou o fato de o novo decreto presidencial ter enfatizado mais claramente a preservação da natureza. No entanto, o risco de danos ambientais permanece. Süddeutsche Zeitung – Na dúvida, pela economia, 31/08/2017 Ninguém foi avisado, ninguém foi consultado, em nenhum lugar foi votado. A notícia de que a reserva Renca deve ser abolida chegou aos brasileiros como anúncio oficial. O presidente Michel Temer tomou a decisão por decreto e não achou necessário informar a população por que queria liberar uma área florestal do tamanho da Holanda para a exploração de matérias-primas. Informações mais detalhadas foram dadas pouco depois pelo Ministério das Minas e Energia: "O objetivo da medida é atrair novos investidores, explorar recursos minerais em benefício do país e criar empregos, sempre de acordo com os princípios da sustentabilidade." O emprego da palavra "sustentabilidade" nesse comunicado já é motivo de certa comicidade. Mas, depois do decreto, ninguém que se preocupe com a Amazônia conseguiu mais rir. A seção brasileira da organização ambiental WWF falou de uma "catástrofe anunciada"; o político da oposição Randolfe Rodrigues disse que este seria "o maior ataque contra a Amazônia nos últimos 50 anos". Sport1.de – Papa recebe Chapecoense, 30/08/2017 Nove meses após o acidente aéreo fatal, os jogadores do Chapecoense foram recebidos pelo papa na quarta-feira. Francisco se encontrou com os futebolistas e os gestores do clube após a audiência geral, que aconteceu dois dias antes do planejado jogo da equipe contra o Roma. A receita da partida será destinada ao clube brasileiro. O time do interior de Santa Catarina conseguiu uma fama mundial trágica na noite de 29 de novembro de 2016. Além de quase todos os seus jogadores, a membros da equipe técnica também morreram a caminho da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, antes de chegar a Medellín. Um total de 71 pessoas morreu no desastre. CA/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos