Uma mulher entre os líderes guerreiros vikings

  • Demian/Fotolia/DeutscheWelle

    Entre os guerreiros vikings havia mulheres, mas pela primeira vez se encontra uma de alto escalão

    Entre os guerreiros vikings havia mulheres, mas pela primeira vez se encontra uma de alto escalão

Cientistas comprovam que líder de alto escalão enterrado num túmulo era na verdade uma mulher. Ela organizava táticas e estratégias militares e liderava tropas nas batalhas.

Cientistas das universidades de Estocolmo e Uppsala, na Suécia, afirmaram nesta segunda-feira (11/09) que testes de DNA feitos no esqueleto de um guerreiro viking comprovaram que os restos mortais são de uma mulher, e não de um homem, como se pensava.

O estudo foi feito numa das sepulturas mais emblemáticas da era viking, na cidade sueca de Birka, descoberta na década de 1880. Por 130 anos, pesquisadores consideraram que os restos mortais, identificados com o código BJ581, eram de um homem por causa do alto grau de ornamento do túmulo. Porém, nos últimos anos, novas análises já haviam sugerido que poderia se tratar de uma mulher.

American Journal of Physical Anthropology / DeutscheWelle

A cientista Charlotte Hedenstierna-Jonson, da Universidade de Uppsala, afirmou que os testes feitos nos ossos de mil anos de idade comprovam que se trata de uma mulher. É a primeira guerreira viking de alto escalão a ser identificada. Ela teria 30 e poucos anos quando morreu e cerca de um 1,70 metro de altura.

Alguns soldados do sexo feminino foram desenterrados ao longo dos anos, mas nenhum tinha adereços de alta patente como os achados no túmulo em Birka, incluindo uma espada, um machado, um escudo e dois cavalos – ou seja, o equipamento completo de um guerreiro profissional.

Além disso, um conjunto completo de peças de tabuleiro para planejar batalhas indica o conhecimento de táticas e estratégias, enfatizando o papel da mulher enterrada como uma oficial de alta patente. Segundo Hedenstierna-Jonson, o tabuleiro comprova que "ela era uma oficial, alguém que trabalhava com táticas e estratégia e podia liderar tropas nas batalhas".

Embora cientistas tenham descoberto algumas mulheres vikings enterradas com armas, nenhuma guerreira desta importância havia sido encontrada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também:

UOL Cursos Online

Todos os cursos