Alemanha planeja maior posto para carros elétricos do mundo

Priscila Jordão

Posicionado numa das principais autoestradas do país, parque futurístico terá capacidade para carregar 4 mil veículos por dia e evitar a emissão de 60 mil toneladas de gás carbônico por ano para a atmosfera.Uma empresa alemã está construindo o maior posto de carregamento rápido de veículos elétricos do mundo, bem debaixo dos olhos de gigantes automobilísticas como BMW e Mercedes.

A estação de carregamento tem um conceito futurístico e vai permitir que clientes usem um aplicativo em seus smartphones para programarem o carregamento de seus carros enquanto descansam, fazem compras, almoçam ou trabalham dentro do próprio posto.

O Innovationspark Zusmarshausen (Parque da Inovação de Zusmarshausen) terá capacidade para carregar 4 mil carros por dia com energia de fontes renováveis, o que evitaria que cerca de 60 mil toneladas de gás carbônico deixassem de ser emitidas por ano para a atmosfera. Segundo a Sortimo, empresa responsável pelo projeto, a obra deve ficar pronta em 2018.

Zusmarshausen é um município no estado da Baviera cruzado pela rodovia A8, que separa as dependências da Mercedes e Porsche da Audi e da BMW e é usada por diversas montadoras para fazer testes de veículos. Por isso, o posto vai na certa chamar atenção das companhias, ainda estacionadas na era dos combustíveis fósseis.

Os carregadores mais potentes do parque, com capacidade de até 350 kilowatts (kW), serão capazes de carregar a bateria de carros elétricos dentro de cerca de 10 minutos, segundo a Sortimo. Enquanto esperam, os usuários poderão, por exemplo, retirar produtos encomendados antecipadamente em caixas na estação enquanto deixam a bateria do carro carregando. Dos 144 carregadores do parque, 24 serão "supercarregadores" de recarregamento rápido. A Sortimo promete ainda que o local será próximo da natureza, o que possibilitaria passeios ao ar livre aos visitantes.

As estações de carregamento serão destravadas por meio de um aplicativo, com o qual o usuário pode se registrar, escolher o tipo de carregamento e definir em que horário voltará para pegar o carro.

Apoio estatal

A ideia do Innovationspark Zusmarshausen ajudaria a superar um dos principais obstáculos à adoção dos veículos elétricos: a autonomia limitada da bateria, e vem em momento político mais favorável aos veículos elétricos no país, que discute, ainda que em fase inicial, a possibilidade de banir a venda de modelos a gasolina ou diesel a partir de 2030.

O Ministério Federal dos Transportes e Infraestrutura Digital da Alemanha também disponibilizou 300 milhões de euros para a construção de uma infraestrutura de carregamento no país no período de 2017 a 2020.

Essa linha de financiamento será usada em partes pelo projeto da Sortimo, que contabiliza investimento de 15 milhões de euros na primeira fase do projeto, de acordo com o jornal FAZ. O ministro dos Transportes, Alexander Dobrindt, também compareceu ao evento de apresentação do Innovationspark.

Embora a fatia de mercado dos elétricos e híbridos ainda represente apenas 0,73% da frota na Alemanha, com 72,7 mil unidades, bem atrás de países como Noruega e Suécia, o número tende a aumentar. Em 2016, houve aumento de 50% da frota sobre 2015, segundo dados da Agência Internacional de Energia.

No mercado global, o número também tem crescido de maneira promissora: superou 2 milhões de unidades em 2016, com crescimento de 60% sobre a frota de 2015. A agência prevê que o estoque mundial de automóveis elétricos poderá chegar a 70 milhões de unidades em 2025.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos