Documentário explora fenômeno Bayern de Munique

Clube da capital bávara é o recordista de títulos na Alemanha e atrai uma legião de fãs também no exterior. Documentário da DW vai em busca de explicações para o fenômeno "Mia san Mia$escape.getQuote().Há 50 anos, o Bayern de Munique, clube alemão recordista de títulos, começava sua história de sucesso internacional ao vencer a então Recopa Europeia, antecessora da atual Liga Europa da Uefa. De lá para cá, a "estrela do sul" reuniu 60 títulos nacionais e internacionais.

O Bayern de Munique é um dos clubes esportivos mais bem sucedidos do mundo e, com cerca de 300 mil associados, também um dos maiores. Para comparar: o Real Madrid tem cerca de 100 mil, o Barcelona e o Manchester United, cerca de 150 mil associados. "Começamos com 20 funcionários e 12 milhões de marcos de receita e agora temos 630 milhões de euros de receita e quase mil funcionários", diz o presidente do clube, Uli Hoeness.

Para ilustrar essa história, a DW viajou 50 mil quilômetros pelo planeta e gravou o documentário O fenômeno Mia san Mia. A intenção dos repórteres foi descobrir o que faz esse clube ser tão conhecido e admirado.

Seria o famoso "Mia san Mia" (nós somos nós) um grito de guerra ou um slogan publicitário? Por que o clube conquista tanto torcedores no Brasil quanto em Londres, Nova York, Gana ou Tel Aviv? Quais seriam seus problemas? Um clube de tantos sucessos também sofreu reveses?

O filme não é um esboço cronológico da história do clube bávaro, mas uma colagem de emoções e fatos. Mesmo sem narrador, é explicativo e informativo. A questão central é encontrar respostas para a pergunta: o que é o fenômeno "Mia san Mia"?

Os repórteres entrevistam pessoas que vivenciaram os principais momentos do clube e acompanham a equipe na disputa pelo título da Liga dos Campeões. Os heróis do filme são personagens que ocupam um lugar na história do clube, como Uli Hoeness, Carlo Ancelotti, Oliver Kahn, Giovane Élber, Sammy Kuffour, Franz Roth e Philipp Lahm.

Ao mesmo tempo, o filme acompanha o dia a dia de torcedores do Bayern em todo o mundo. Como Camila, do Rio de Janeiro, Raffaell, de Nova York, e Kamal, uma palestina em Israel. Os jornalistas Jaime, de Madri, e Andy, de Londres, trabalham como jornalistas para o Bayern quando a equipe joga em suas cidades.

Já Kanata Takumoto, de 14 anos, encarna o futuro do Bayern. O jovem talento japonês joga no Bayern Tsuneishi, um time de um estaleiro japonês.

Com todos esses elementos, o documentário entra pra valer no universo do Bayern de Munique e busca sobretudo uma coisa: não ser previsível.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos