Polícia de Berlim apreende armas em cena islamista

Investigação da Procuradoria-Geral alemã encontra armamentos e grande quantidade de munição. Principal suspeito é homem de nacionalidade alemã acusado de envolvimento com grupos radicais.A polícia de Berlim apreendeu armas e uma grande quantidade de munição ao realizar buscas na madrugada desta quarta-feira (25/10) em locais frequentados por supostos islamistas na capital alemã.

As buscas, realizadas no âmbito de investigações da Procuradoria-Geral alemã e da polícia de Berlim, ocorreram em quatro locais nos bairros de Reinickendorf e Charlottenburg-Wilmersdorf.

Leia também: Terrorismo é o maior medo dos alemães, diz estudo

O alvo principal das investigações era um homem de 40 anos, de nacionalidade alemã, preso pela polícia durante as buscas, que havia chamado a atenção das autoridades durante outra investigação criminal. Ele é suspeito, entre outras acusações, de envolvimento com grupos islamistas.

Em comunicado, a Procuradoria confirmou que foram encontradas armas, partes de armamentos e uma grande quantidade de munição, sem fornecer maiores detalhes. "Devido a preocupações de que [os armamentos] pudessem ser utilizados em ataques, os procuradores de Berlim assumiram as investigações", dizia a nota.

"Após a determinação de que [o suspeito] demonstrava uma predisposição cada vez maior para a violência, decidiu-se prendê-lo. A suspeita de posse de armas foi confirmada, sem que houvesse provas de um plano concreto de ataque", disseram as autoridades. O suspeito será levado a um tribunal ainda nesta quarta-feira.

A polícia alemã está em alerta desde o ataque em Berlim em dezembro do ano passado, quando um caminhão invadiu um mercado de Natal na capital alemã, deixando 12 mortos.

Um relatório publicado no mês passado apontou que as autoridades cometeram diversas falhas de segurança que permitiram que o autor do ataque, o tunisiano Anis Amri, obtivesse diversas identidades falsas e evitasse a ação da policia, enquanto entrava em contato com radicais islamistas. Segundo o documento, a polícia teria tido várias oportunidades para deter e deportar Amri.

RC/epd/dpa/afp

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos