Puigdemont exige libertação de membros do governo da Catalunha

Ex-presidente e líder separatista que também pode ser alvo de pedido de prisão disse que detenções são "golpe" contra eleições antecipadas.O líder separatista e ex-presidente da Catalunha Carles Puigdemont divulgou um pronunciamento na noite desta quinta-feira (02/11) em que exige a libertação de oito membros de seu governo. Eles tiveram a prisão decretada pela Justiça espanhola por suspeita de rebelião no processo separatista da Catalunha.

Puigdemont, que está na Bélgica, disse "como presidente legítimo da Catalunha, exijo a libertação dos conselheiros e do vice-presidente Oriol Junqueras e o fim da repressão política."

Segundo o ex-presidente, que foi destituído na semana passada junto com todo o seu gabinete após Madri decidir intervir politicamente na região, disse que a crise "não é mais um assunto interno espanhol". "A comunidade internacional e especialmente a comunidade europeia deve se dar conta do perigo que estas atitudes representam", afirmou.

O pronunciamento foi transmitido pelo canal catalão TV3. O ex-presidente também afirmou que as prisões "são um golpe contra as eleições do dia 21 de dezembro", em referência ao pleito antecipado convocado por Madri. Antes das prisões, havia a expectativa de que os membros do antigo governo regional fossem se candidatar mais uma vez.

Nas próximas horas, o próprio Puigdemont pode vir a ser alvo de um pedido de prisao internacional. A procuradoria espanhola solicitou à Justiça que seja expedida um mandado de detenção europeu contra o político catalão.

Até a noite desta quinta-feira, a Justiça espanhola ainda não havia divulgado sua decisão sobre o caso. Se o pedido for aceito, as autoridades belgas têm até quinze dias para agir, mas o processo pode se arrastar por meses se Puigdemont resolver contestar a ordem em um tribunal local.

Os oito membros que tiveram decretada a prisão incondicional foram levados na noite desta quinta-feira para Centro Penitenciário de Madri VII.

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App



JPS/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos