Kevin Spacey é cortado de filme após escândalo

Astro de "House of Cards" será removido de longa já concluído pelo diretor Ridley Scott. Ator é alvo de uma série de acusações de abuso sexual que vieram à tona após denúncias envolvendo o produtor Harvey Weinstein.O ator americano Kevin Spacey, alvo de uma série de denúncias de abuso sexual, será eliminado do próximo filme do diretor Ridley Scott, com estreia programada para o dia 22 de dezembro nos Estados Unidos. A decisão foi confirmada nesta quarta-feira (08/11) por agentes do cineasta.

Leia também: Opinião: Hollywood de Harvey Weinstein está em todo lugar

Numa atitude sem precedentes, Scott deverá refilmar as cenas de Spacey gravadas para o filme All the money in the world, cujas filmagens já haviam sido concluídas, substituindo o astro da série House of Cards pelo ator Christopher Plummer.

No filme, Spacey atuava no papel do multimilionário John Paul Getty, numa participação breve, porém essencial para a trama. Sua substituição não deverá trazer grandes complicações, uma vez que muitas de suas aparições eram em cenas individuais.

A Sony Pictures, que participou da produção do filme, havia planejado uma forte campanha para que Spacey fosse indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante, mas, segundo a revista Variety, a estratégia foi deixada de lado após o surgimento das denúncias contra o ator. A produtora decidiu ainda retirar o filme do festival do American Film Institute, em que seria exibido na noite de encerramento.

Spacey foi acusado de abuso sexual pelos atores Anthony Rapp e Roberto Cavazos, além do cineasta Tony Montana e do filho do ator Richard Dreyfuss, Harry Dreyfuss. A denúncia mais recente partiu da jornalista Heather Unruh, que o acusou de assediar sexualmente seu filho, então com 18 anos de idade, no ano passado.

Ele também é investigado no Reino Unido pelo Departamento de Abuso Infantil e Crimes Sexuais da Scotland Yard após uma denúncia de um assédio ocorrido em Londres em 2008.

As denúncias contra Spacey vieram à tona após o escândalo envolvendo o produtor de cinema de Hollywood Harvey Weinstein, alvo de investigações por abuso sexual e tentativas de estupro.

Na semana passada, a Netflix anunciou que estava encerrando o relacionamento com o ator e interrompendo a produção da aclamada série House of Cards.

RC/efe/dpa

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos