Merkel e possíveis aliados diante de fim de semana decisivo

Em busca de aliança improvável, conservadores, liberais e verdes estendem mais uma vez conversas prévias a possíveis negociações formais de coalizão. Líderes indicam que domingo é o prazo final.Conservadores, liberais e verdes decidiram nesta sexta-feira (17/11) prolongar pelo fim de semana as conversas para decidirem se entram em negociações formais para montar o próximo gabinete de governo alemão.

Segundo o vice-líder do Partido Liberal Democrático (FDP), Wolfgang Kubicki, o novo deadline para a conclusão das chamadas conversas de sondagem com é domingo, às 18 h (hora local).

Além do FDP, participam das discussões em busca de uma aliança improvável o Partido Verde, a União Democrata Cristã (CDU), da chanceler federal Angela Merkel, e seu partido-irmão na Baviera, a União Social Cristã (CSU).

Horst Seehofer, líder da CSU, também indicou domingo como prazo. "Temos como objetivo, encerrar [as conversas] no domingo. A população tem aogra uma expectativa e também o direito de saber se uma formação de governo é ou não possível."

A data limite inicialmente fixada para a conclusão de um acordo entre os possíveis parceiros de coalizão era esta quinta-feira, mas após as conversas se estenderem pela madrugada, os partidos decidiram retomar as discussões nesta sexta-feira e, agora, estendê-las pelo fim de semana.

Tal coalizão, nunca testada a nível nacional, é a melhor saída para Merkel depois de o Partido Social-Democrata (SPD) ter anunciado que não continuaria apoiando a chanceler federal e voltaria à oposição. A decisão veio após as eleições de 24 de setembro, que deram vitória à CDU.

A aliança com os liberais e os verdes é vista como fundamental para os conservadores já que, caso ela não vingue, o país poderia estar diante, pela primeira vez, da necessidade de convocar novas eleições – isso se o SPD também mantiver seus planos de romper com Merkel.

Apesar de a CDU/CSU ter recebido a maior parte dos votos nas eleições alemãs de setembro, o resultado surpreendentemente apertado (32,9%) significa que os conservadores precisam dos liberais (10,7%) e dos verdes (8,9%) para ultrapassar os 50% de apoio e formar um governo de maioria.

Essa aliança vem sendo chamada de "Jamaica", uma alusão à semelhança entre as cores das legendas CDU, FDP e Verde, e a bandeira do país caribenho.

LPF/rtr/afp/dpa

__________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos