Topo

Nove presos fogem de prisão em Berlim

02/01/2018 20h55

Fugas ocorreram em penitenciária de segurança média em três ocasiões entre o Natal e o Ano Novo. Dois dos foragidos já foram capturados.Nove presos fugiram da prisão de Plötzensee em Berlim num período de cinco dias entre o Natal e o Ano Novo, afirmou nesta terça-feira (02/01) o Departamento de Justiça da capital da Alemanha.

De acordo com a polícia, as fugas ocorreram em três ocasiões. Na segunda-feira, dois presos fugiram através da janela de uma cela vizinha às suas. Na semana passada, outros quatro detentos escaparam através de um buraco feito num muro pelo sistema de ventilação.

A essas fugas se somam as de três condenados que estavam em regime semiaberto e que não retornaram à prisão para passarem a noite nos últimos dias, confirmaram fontes do Departamento de Justiça da capital.

Os dois presos que fugiram na segunda-feira também estavam no regime semiaberto, por isso poderiam ter deixado a prisão tranquilamente pela porta da frente no dia seguinte, acrescentaram as fontes. Ambos cumpriam pena por andar várias vezes sem pagar passagem no transporte público.

Até o momento, um dos presos do primeiro grupo de foragidos se apresentou voluntariamente à polícia, e outro condenado do regime semiaberto foi detido.

A situação em Plötzensee, uma prisão de segurança média na qual não há condenados por crimes graves, suscitou grande debate em Berlim, onde a oposição pede a demissão do responsável de Justiça da cidade, Dirk Behrendt.

Em resposta ao incidente, Behrendt anunciou a criação de uma comissão para investigar o caso, além de analisar a segurança da penitenciária, e afirmou que irá aumentar o número de funcionário em Plötzensee.

Um porta-voz do Departamento de Justiça ressaltou que o número de fugas de detentos em regime semiaberto tem diminuído nos últimos anos. Em 2016, foram 43 e no ano passado 42.

Fuga captada pelas câmeras

A fuga dos primeiros quatro presos, que têm entre 27 e 38 anos, ocorreu na quinta-feira e foi captada pelas câmeras de vigilância da prisão. A ação levou apenas três minutos e as imagens mostraram o momento exato em que os presos saíram por um buraco no sistema de ventilação.

Pelas imagens, é possível ver os quatro se apresentando na oficina da prisão no início da manhã e utilizando as ferramentas que estavam no local para a fuga. Os detentos fugiram através de um buraco de 30 centímetros de espessura e 120 de comprimento escavado entre duas colunas do sistema de ventilação de um muro exterior.

A prisão de Plötzensee fica no distrito de Charlottenburg, no oeste de Berlim, e abriga atualmente cerca de 360 detentos.

CN/efe/afp/dpa

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App