Diamante de 910 quilates é encontrado no Lesoto

Pedra possui pureza extraordinária e grande transparência ótica. Diamante é um dos maiores já encontrado no mundo e pode valer mais de 40 milhões de dólares.A empresa britânica Gem Diamonds anunciou nesta segunda-feira (15/01) ter encontrado no Lesoto um diamante de "excepcional qualidade" e de 910 quilates, o que o situaria como a quinta gema de melhor qualidade do mundo.

A pedra, que ainda não foi batizada, é da categoria Type IIa, outorgada só a cerca de 2% dos diamantes. A denominação caracteriza gemas que possuem uma extraordinária pureza e grande transparência ótica. Além disso, a pedra possui grau mais alto de cor, o D, que indica gemas totalmente incolores.

O diamante foi achado na mina de Letseng, no Lesoto, uma das que possui os diamantes mais valiosos do mundo. A empresa britânica administra o local desde 2006 e essa foi a maior pedra descoberta na mina desde então.

Segundo o comunicado, a Gem Diamonds considera que esta pedra é a quinta gema de "maior" qualidade já achada. De acordo com especialistas, o diamante encontrado pode valer mais de 40 milhões de dólares.

Na classificação histórica, segue liderando o diamante "Cullinan", uma icônica peça também descoberta no sul da África, de 3.016 quilates. A gema faz parte das Joias da Coroa do Reino Unido e foi extraído na população mineira sul-africana do mesmo nome em 1905.

O Lesoto é um pequeno reino encravado na África do Sul e considerado um dos países mais pobres do mundo.

CN/efe/lusa/afp

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos