Primeiro-ministro da Romênia renuncia

Mihai Tudose deixa cargo após perder apoio do próprio partido em meio a uma disputa com o líder da legenda Liviu Dragnea. Essa é a segunda vez em menos de sete meses que um premiê renuncia no país.O primeiro-ministro da Romênia, Mihai Tudose, anunciou sua renúncia nesta segunda-feira (15/01) após perder o apoio do seu próprio partido, o Partido Social Democrático (PSD). A decisão ocorreu após uma reunião de mais de cinco horas entre membros da legenda.

"Vou ao Palácio Victoria (sede do governo) para recolher minhas coisas ali", declarou o premiê à imprensa ao sair de uma reunião do comitê executivo do PSD. Tudose destacou que resignava ao cargo "com a cabeça erguida".

Dos membros do comitê executivo do PSD, 60 votaram a favor da saída de Tudose, enquanto que quatro votaram contra e outros quatro se abstiveram.

A renúncia cria um problema no país, uma vez que o líder do PSD, Liviu Dragnea, não pode assumir o cargo de primeiro-ministro, devido a uma condenação vigente a dois anos de prisão condicional por fraude eleitoral. Em novembro, a Justiça congelou bens de Dragnea, acusado de desvio de fundos da União Europeia, o que ele negou.

O conflito entre Tudose e Dragnea tornou-se público na semana passada. As relações entre ambos os políticos se deterioraram depois de Tudose pedir sem sucesso a renúncia da sua ministra de Interior, Carmen Dan, após a detenção de um policial acusado de pedofilia, cujas ações parecem ter sido ocultadas por seus superiores durante anos.

Muito próxima a Dragnea, Dan ignorou o pedido do premiê, que a acusa de ter mentido nas suas explicações sobre um caso que comoveu o país.

Com a saída de Tudose, a Romênia perdeu seu premiê pela segunda vez em menos de sete meses, após a renúncia de Sorin Grindeanu também por um conflito com Dragnea. Segundo fontes do partido, o vice-primeiro-ministro e titular de Desenvolvimento, Paul Stanescu, será o novo chefe interino do governo.

O PSD venceu em dezembro de 2016 as eleições legislativas na Romênia com ampla maioria, ainda que não a absoluta.

CN/efe/lusa/rtr

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos