1829: "Fausto", de Goethe, é encenado pela primeira vez

Kerstin Schmidt (as)

A principal obra do maior poeta alemão só foi levada aos palcos mais de 20 anos após ter sido concluída. E com retumbante sucesso.A história do professor universitário que entrega sua alma ao diabo era apenas uma narrativa popular que até as crianças conheciam na Alemanha. Mesmo assim, quando em 1808 apareceu a versão de Goethe para a história, as reações foram fenomenais.

Foi então que Goethe, já na faixa dos 60 anos, tornou incontestável sua posição de maior poeta da Alemanha. Foi aí, também, que começaram as romarias a sua residência em Weimar.

Ainda assim, foram necessários mais 20 anos para que Fausto, a tragédia – primeira parte fosse encenada, como explica a professora Ulrike Müller Harang, da Fundação Weimarer Klassik.

"Isso se deve ao fato de que Goethe não tinha nenhum interesse nisso, ele não havia escrito a peça para os palcos. Ele era o diretor do teatro de Weimar, ele poderia tê-la encenado, mas o Fausto era algo diferente", afirma Harang.

A peça não apenas era muito longa, como muitas cenas não eram realizáveis do ponto de vista técnico – por exemplo, a cena na cozinha da bruxa ou a cavalgada pela noite. É verdade que houve muitas tentativas de levar a peça aos palcos, como em Berlim e em Breslávia (hoje na Polônia), mas as versões submetidas à apreciação de Goethe nunca ganharam o seu aval.

Quando a versão a ser encenada em Braunschweig foi apresentada ao poeta, este – então já na faixa dos 80 anos – reagiu com a serenidade e a sabedoria da sua idade já avançada: que o pessoal de Braunschweig fizesse com a peça o que bem entendesse, foi o veredito de Goethe.

E foi o que eles fizeram – principalmente graças à paixão do duque Carlos 2º de Braunschweig pelo teatro.

Segundo Harang, o diretor do teatro da corte de Braunschweig, August Klingemann, havia escrito sua própria versão do Fausto – na época existiam vários Faustos, de diversos autores, em circulação. A versão de Klingemann estreou em Braunschweig em outubro de 1828.

Harang conta que o duque assistiu à versão de Klingemann e se mostrou satisfeito com a montagem. Mas o diretor demonstrou humildade diante dos elogios: "Bem, não é nada perto da peça escrita por Goethe". O duque, então, teria respondido: "Goethe também escreveu uma? Essa temos de encenar!"

A estreia do Fausto de Goethe nos palcos, em 19 de janeiro de 1829, em Braunschweig, foi um sucesso. Segundo a crítica de então, o mais famoso ator da época, Heinrich Marr, brilhou no papel de Mefistófeles, a exemplo do que aconteceria no século seguinte com Gustaf Gründgens.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos