Social-democratas aceitam negociar nova coalizão com Merkel

Reunidos em Bonn, delegados do Partido Social-Democrata (SPD) decidem abrir negociações formais para embarcar num novo governo liderado por Angela Merkel.Em seu congresso extraordinário na cidade de Bonn, o Partido Social-Democrata (SPD), na tarde deste domingo (21/01), votou por iniciar negociações para formar de uma coalizão de governo com as conservadoras União Democrata-Cristã (CDU) e União Social-Cristã (CSU).

A decisão, por cerca de 56% dos votos, abre uma nova fase no impasse político que toma conta da política alemã desde as eleições gerais de setembro último, em que a CDU da chanceler federal Angela Merkel não alcançou a maioria absoluta que lhe permitiria governar sozinha.

O SPD, parceiro de coalizão na última legislatura, era tido como a última cartada da chefe de governo em busca de um quarto mandato. Um fracasso poderia forçar os alemães a voltarem às urnas – algo que nunca aconteceu – e decretar o fim da era Merkel.

No poder há 12 anos, a democrata cristã e seu partido estão enfraquecidos, após perderem terreno para os populistas na eleição de setembro e depois do fracasso na negociação de uma tríplice aliança, com verdes e liberais, em novembro.

AV,afp,rtr

_______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos