Venezuelanos são maior problema da Colômbia, diz Santos

Presidente colombiano afirma estar disposto a receber ajuda internacional para lidar com onda migratória. Cerca de 37 mil venezuelanos cruzam diariamente fronteira com a Colômbia.O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou nesta segunda-feira (19/02) que a chegada de venezuelanos é o problema mais sério do país atualmente e reiterou que está disposto a receber ajuda humanitária internacional devido ao intenso fluxo migratório.

"Os migrantes que estão chegando ao nosso país são talvez o problema mais sério que temos neste momento", afirmou Santos, em entrevista à emissora de rádio colombiana Blu Radio.

Leia também:

Os garimpeiros do esgoto de Caracas

Venezuela: a vida num país em colapso

O presidente afirmou que até agora o governo conseguiu lidar com a quantidade de venezuelanos que atravessou a fronteira, porém, a onda migratória aumenta a cada dia, diminuindo a capacidade do país de absorver os migrantes.

"Estamos dispostos a receber ajuda internacional", afirmou Santos. O presidente contou que está em contato com a ONU para saber como seria possível receber esse apoio e definir o quadro institucional adequado para lidar com essa situação. "A Colômbia nunca passou por esse tipo de problema", acrescentou.

Estima-se que mais de 550 mil venezuelanos estejam vivendo na Colômbia atualmente. Além disso, cerca de 37 mil venezuelanos entram diariamente no país, em busca de comida e medicamentos.

A Venezuela enfrenta uma grave crise econômica e política. A escassez de produtos básicos e o desemprego levaram milhares de venezuelanos a deixar o país. A onda migratória atingiu especialmente países que fazem fronteira com a Venezuela, como a Colômbia e o Brasil.

CN/efe/dpa

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos