Twitter apaga 1,2 milhão de perfis que promoviam terrorismo

Remoções ocorreram entre 2015 e 2017. Rede de mensagens curtas diz que, no segundo semestre de 2017, 74% dos perfis foram cancelados antes do primeiro tuíte.A rede de mensagens curtas Twitter anunciou nesta quinta-feira (05/04) que removeu 1,2 milhão de perfis por violações relacionadas à promoção do terrorismo entre agosto de 2015 e final de 2017.

Dos perfis apagados, 274 mil foram removidos nos últimos seis meses do ano passado. Isso representa uma queda de 8,4% em relação ao período anterior. Segundo a rede social, esse é o segundo declínio consecutivo.

"Continuamos a ver o impacto positivo e significante dos anos de trabalho duro para tornar nossa plataforma um lugar indesejável para aqueles que promovem o terrorismo", afirmou o Twitter, em comunicado.

A rede social vem enfrentado pressão de governos no mundo todo para reprimir jihadistas e usuários que promovem a violência.

Dos perfis removidos nos últimos seis meses de 2017, 93% foram identificados por ferramentas internas da rede social e 74% foram apagados antes de escreverem o primeiro tuíte. A rede de mensagens destacou que alertas emitidos por governos sobre violações de promoção de terrorismo representam menos de 0,2% de todas as remoções.

CN/afp/efe

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos