Matthias Müller deve deixar presidência da Volkswagen

Segundo imprensa alemã, atual presidente dará lugar a Herbert Diess, que é chefe da marca Volkswagen dentro do conglomerado alemão. Decisão deve ser anunciada em breve.A Volkswagen trocará em breve seu comando, noticiou nesta terça-feira (10/04) a imprensa alemã. O atual presidente, Matthias Müller, deverá deixar o cargo e ser substituído pelo chefe da marca Volkswagen, Herbert Diess, declararam pessoas ligadas à montadora à agência de notícias Reuters.

A própria Volkswagen confirmou apenas, em comunicado obrigatório ao mercado financeiro, que cogita "um novo desenvolvimento da sua estrutura de comando", o que pode incluirdetambém "uma mudança no cargo de presidente".

A decisão pode ser anunciada pela montadora até esta sexta-feira, quando o conselho de administração da empresa vai se reunir para deliberar sobre uma reestruturação. O contrato de Müller, que tem 64 anos, vai até 2020.

As famílias Porsche e Piech, as duas maiores acionistas da Volkswagen, haviam optado por Müller em setembro de 2015, depois de o então presidente, Martin Winterkorn, ter sido obrigado a renunciar em meio ao escândalo de fraudes nas emissões de poluentes por motores a diesel.

A notícia de uma possível troca no comando foi bem recebida na Bolsa de Valores de Frankfurt, onde as ações da Volkwagen chegaram a subir 5%.

AS/rtr/afp

_______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos