Topo

Parlamentares petistas pedem incorporação de "Lula" em seus nomes

11/04/2018 18h50

Modificação ainda precisa ser autorizada pelas presidências da Câmara e do Senado. Em resposta, adversários pediram que "Bolsonaro" e "Moro" sejam adicionados aos seus nomes parlamentares.Membros da bancada do Partido dos Trabalhadores no Congresso pediram a inclusão da palavra "Lula” em seus nomes parlamentares – aqueles que aparecem no painel de votações ou que são chamados em votações na Câmara e no Senado.

Segundo um comunicado do PT, é uma forma de demonstrar solidariedade ao ex-presidente e protestar contra a sua prisão.

A bancada do PT no Congresso conta com 60 deputados e nove senadores. Vários deles divulgaram nesta quarta-feira (11/04) os ofícios encaminhados às presidências da Câmara e do Senado onde constam os pedidos para mudar de nome. Até a noite desta quarta-feira, pelo menos 36 deputados petistas tinham encaminhado pedidos.

"Venho através deste solicitar que seja feita a substituição nessa casa do nome parlamentar de Paulo Pimenta para Paulo Lula Pimenta", diz o ofício enviado pelo líder da bancada do PT na Câmara ao presidente da casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O mesmo foi repetido pela deputada Erika "Lula" Kokay (DF9

Já a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), postou no Twitter um ofício encaminhado ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), onde pede para que seu nome parlamentar seja alterado para "Gleisi Lula Hoffmann”.

Ainda é preciso que a Secretaria-Geral de cada Casa do Congresso autorize as modificações.



Pedidos similares também foram enviados para Assembleias Legislativas e Câmaras que contam com deputados e vereadores do PT, informou o partido. Em São Paulo, vereadores do PT já aparecem no painel de votação com seus nomes alterados, como Antonio "Lula” Donato e Alfredinho "Lula”.

Bolsonaro e Moro

Em resposta, deputados federais de partidos que se opõem ao PT também pediram para modificar seus nomes parlamentares. O deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) pediu para a Câmara para ser identificado como Sóstenes Moro Cavalcante, em referência ao juiz Sérgio Moro, que condenou Lula na 1°instância no âmbito da Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro

Já deputado Capitão Augusto (PR-SP) pediu para alterar o nome parlamentar para Capitão Augusto Bolsonaro, em referência ao deputado e pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL-RJ).

Após os dois deputados divulgarem seus pedidos, a deputada petista Erika "Lula" Kokay (DF) mencionou as iniciativas em sua conta no Twitter. "Queridos, fiquem à vontade para homenagearem os seus. Aproveitem e coloquem Temer, Aécio e cia."

JPS/ots

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App