PUBLICIDADE
Topo

Na Alemanha, Erdogan vai ainda melhor que na Turquia

25/06/2018 09h25

Presidente obtém no país europeu parcela ainda maior de votos do que em casa. Popularidade do líder, tido como autoritário, preocupa meio político na Alemanha, onde há 1,5 milhão de eleitores turcos.O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, conseguiu uma maior percentagem de votos da comunidade turca na Alemanha do que na própria Turquia, de acordo com os resultados parciais.

Com 80% dos votos dos turcos apurados na Alemanha, Erdogan tem 65,7%, mais de dez pontos a mais que os 52,6% conseguidos no cômputo geral. No país europeu, há cerca de 1,5 milhão de eleitores turcos habilitados.

O mais próximo desafiante de Erdogan, Muharrem Ince, do oposicionista Partido Republicano do Povo (CHP), obteve na Alemanha apenas 21,5%, de acordo com agência de notícias turca Anadolu.

Nas eleições para o Parlamento, a legenda conservadora islamista de Erdogan, o Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), obteve a maioria absoluta de 56,3 % entre os turcos na Alemanha, em comparação com um total de 42,5% de votos totais.

Os simpatizantes do líder turco comemoraram nas ruas de Berlim na madrugada desta segunda-feira (25/06). Eles agitaram bandeiras da Turquia e do AKP em carreatas pela famosa avenida Kurfürstendamm, centro da antiga Berlim Ocidental, e gritaram "Recep Erdogan, nosso líder".

Em Colônia, no oeste da Alemanha, simpatizantes soltaram fogos e agitaram a bandeira turca, em motocicletas que circularam pela Hohenzollernring, rua no centro da cidade. A polícia interditou a via temporariamente e registrou diversas infrações, segundo o jornal local Kölner Stadt-Anzeiger.

O deputado alemão do Partido Verde Cem Özdemir, de ascendência turca, criticou o comportamento dos apoiadores de Erdogan na Alemanha. "Isso deve preocupar todos nós", afirmou. "Eles não estão apenas comemorando seu ditador, eles também estão expressando sua rejeição à nossa democracia liberal. Assim como a AfD", completou, em entrevista à agência de notícias DPA, se referindo ao partido populista de direita Alternativa para a Alemanha.

A deputada do Partido Social-Democrata (SPD) Cansel Kiziltepe afirmou em entrevista à TV alemã nesta segunda-feira que há uma "divisão profunda" da sociedade turca.

O presidente da comunidade turca na Alemanha, Gökay Sofuoglu, disse que a forte demonstração de simpatia por Erdogan no país tem relação com as origens dos imigrantes, que vieram para a Alemanha na década de 60, para ajudar a reconstruir o país após a Segunda Guerra Mundial.

Muitos vieram de regiões conservadoras, segundo ele, e são pouco interessados em direitos humanos. "Para eles, Erdogan é simplesmente quem construiu hospitais, estradas e centros comerciais", afirmou Sofuoglu.

Os cidadãos turcos tiveram prazo até 19 de junho para votar em 13 locais de votação na Alemanha. A participação foi recorde, com 49,7% na Alemanha. Na Áustria, 70% dos turcos votaram em Erdogan, de acordo com os resultados parciais, após apuração de dois terços dos votos. Segundo Sofuoglu, isso pode ser uma resposta ao recente fechamento de mesquitas determinado pelo governo austríaco.

MD/dpa/kna

_______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App | Instagram