PUBLICIDADE
Topo

EUA suspendem "tolerância zero" com migrantes

26/06/2018 11h02

Adultos acompanhados por menores deixam de ser automaticamente processados ao atravessarem a fronteira ilegalmente. Governo ressalta que medida é apenas temporária e que política dura de restrição à imigração continua.O governo do presidente americano, Donald Trump, interrompeu a prática de processar criminalmente pais migrantes após sua entrada ilegal nos EUA, separando-os de seus filhos. Assim, foi suspenso um elemento-chave da política de imigração de tolerância zero de Trump, em meio à controvérsia sobre a separação de mais de 2.300 famílias migrantes.

O comissário para Proteção das Fronteiras e Alfândegas, Kevin McAleenan, disse afirmou nesta segunda-feira (25/06) que a ordem executiva que Trump assinou na semana passada para acabar com a separação de pais e filhos quando atravessam ilegalmente a fronteira exige uma suspensão temporária da prática de processar pais e responsáveis.

A exceção seriam migrantes com antecedentes criminais ou quando o bem-estar da criança esteja ameaçado. McAleenan insistiu, entretanto, que a política de tolerância zero do governo americano foi mantida.

Os comentários de McAleenan foram feitos logo após o procurador-geral dos EUA, Jeff Sessions, defender a política da Casa Branca em discurso em Nevada, alegando que muitas crianças foram levadas à fronteira por violentos membros de quadrilhas.

As declarações se somam à confusão nacional, enquanto pais e mães tentam reunir suas famílias, com menores de idade muitas vezes tendo sido enviados para diferentes partes dos EUA. A frustração é grande entre muitas famílias, que tentam encontrar seus filhos após semanas de separação.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, ressaltou que a mudança é apenas temporária, porque o governo americano está ficando sem recursos. "Vamos ficar sem espaço. Nós vamos ficar sem recursos para manter as pessoas juntas", disse.

Na semana passada, Trump assinou a ordem executiva para suspender as separações familiares, mas manteve a política de tolerância zero de sua administração, que prevê que todos aqueles que tentarem cruzar ilegalmente a fronteira em direção aos EUA, inclusive requerentes de refúgio, sejam indiciados.

A prática gerou indignação pública e foi amplamente vista como uma política ineficaz e cruel que causaria danos permanentes ao bem-estar das crianças.

MD/ap/lusa

_______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App | Instagram