PUBLICIDADE
Topo

Polícia alemã matou a tiros 14 pessoas em 2017

29/06/2018 13h28

Treze mortes resultaram de tiros disparados por policiais que agiram em defesa própria ou para defender pessoas em situações de risco à vida. Outra morte ocorreu durante tentativa de fuga.A polícia da Alemanha matou 14 pessoas e feriu outras 39 em 2017, segundo dados da Academia Alemã de Polícia divulgados nesta sexta-feira (29/06). A polícia alemã disparou armas de fogo 75 vezes no ano passado, ou seja, uma vez a cada cinco dias.

Das 14 mortes, 13 resultaram de tiros disparados por policiais que agiram em defesa própria ou para defender pessoas em situações de risco à vida. A outra morte resultou de um tiro disparado durante a tentativa de fuga de um suspeito.

Apesar de os números serem baixos se comparados aos de muitos outros países, eles revelam um tendência de alta. Em 2016 foram 11 mortos e 28 feridos, e em 2015, 10 mortos e 22 feridos. Foram registradas 7 mortes e 30 feridos em 2014 e, em 2013, 8 mortes e 20 feridos.

"O aumento no número de ataque a policiais podem ter contribuído para o maior número de tiros disparados", afirmou o presidente do Sindicato da Polícia Alemã, Rainer Wendt.

Ele defende o uso de dispositivos de choque, como armas taser, durante as patrulhas policiais. "Elas podem certamente ser utilizadas para evitar o uso de armas de fogo em alguns casos", observou.

É bem mais comum os casoe em que policiais disparam armas de fogo para matar animais extremamente feridos ou com doenças perigosas. A Academia Alemã de Polícia contabilizou 13,4 mil casos desse tipo em 2017. Em 2016, foram 12,656

No Brasil, dados de 2016 do Fórum Brasileiro de Segurança Pública revelaram 4.222 mortes em decorrência de ações das Polícias Civil e Militar, incluindo mortes por armas de fogo. Nos Estados Unidos, segundo o jornal Washington Post, a polícia matou a tiros 987 pessoas em 2017.

RC/dpa/ots

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App | Instagram